quinta-feira, 19 de agosto de 2010

A torre de babel







MATERIAL RETIRADO DO SITE http://sementinhakids.wordpress.com/

torre de babel


torre de babel

cd de alessandra samadello
faixas :
# O Dia Em Que Deus Criou O Mundo
# Brincando De Massinha
# O Boneco Adão
# O Descanso De Deus
# O Dia Do Senhor
# O Encontro Com A Serpente
# A Primeira Promessa
# A Primeira Criança
# O Dilúvio
# Como Surgiram Os Idiomas
# A Torre De Babel
# A Promessa A Abraão
# A Obediência De Isaque




A Torre De Babel
Alessandra Samadello
Composição: Ariney Oliveira
Uma grande torre foi construída na cidade de Babel
Era muito grande e sua altura era pra chegar ao céu
Mas quando Deus olhou para a grande construção
Ele viu que muitos homens eram maus de coração
Babel, grande confusão
Babel, grande confusão
Babel, a torre que só deu confusão
Uma grande confusão
Deus então desceu e confundiu toda aquela multidão
Quando um falava o outro ouvia, mas quase nada se entendia
E a construção assim não podia continuar
As pessoas não podiam se entender nem trabalhar
Babel, grande confusão
Babel, grande confusão
Babel, a torre que só deu confusão
Uma grande confusão
Babel, grande confusão
Babel, grande confusão
Babel, a torre que só deu confusão
Uma grande confusão
Babel, grande confusão
Babel, grande confusão
Babel, a torre que só deu confusão
Uma grande confusão
Ai!

quarta-feira, 7 de julho de 2010

CD CLUBE DA CRISTINA MEL


Lista das Músicas

01 Somos Todos Iguais
02 Som do Coração
03 Casinha do Coração
04 Pra Jesus Louvar
05 Dança da Abelhinha
06 Galo Garnizé
07 Notas Musicais
08 Click Mais Um Flash
09 Alô Alô
10 Tic Tac
11 Sai Sai Tristeza
12 Foquinha Lindinha
13 Clube da Mel
14 Papai do Céu

CD DE Mara Lima e seus Amiguinhos - Vol 5


Mara Lima e seus Amiguinhos - Vol 5

01 Adicionei Jesus
02 Aleluia
03 Meu Super-herói
04 O Criador
05 Erguei as Mãos
06 De Dois em Dois
07 Telefone
08 Todas as Nações
09 Não Foi o Coelhinho
10 Um Lugarzinho
11 O Sabão

CD DE ALINE BARROS- BOM É SER CRIANÇA VOL 02


Aline Barros - Bom é Ser Criança - Vol 2

01 O MEU PRIMEIRO HERÓI
02 FESTA NO JARDIM
03 OS DICIPULOS
04 XÔ APAGÃO
05 EU DANÇO COMO DAVI
06 RETRATO
07 DOM-DIM-DOM-DOM
08 A DE ALINE A DE ALEGRIA
09 ESCOLINHA DOMINICAL
10 A BICHARADA
11 1000 BOLINHAS DE SABÃO
12 NASCEU JESUS
13 VAMOS MALHAR
14 PARABÉNS PRA VOCÊ

CD DE JAMILY-Arrumbacomballé




Primeiro CD lançado pela cantora pela Line Records. No começo Jamily basicamente cantava músicas visando o público infantil, mais tarde a gravadora optou em mudar o foco da carreira da cantora para o público jovem.


1.Arrumbacomballé
2. Ponto Com Saudade
3. Parabéns Pra Você
4. Escolinha Dominical
5. Sopão de Letrinhas
6. Professorinha Amo Você
7. Drogas Tô Fora (Part. DJ Alpiste)
8. O Meu Herói é Jesus
9. Meu Diário
10. Aulinha de Inglês
11. A Dança do Quaquito
12. Vidinha Na Lagoa
13. Tô Ligadinho

terça-feira, 29 de junho de 2010

BLOG MUITO LEGAL


aki esta uma pérola:
http://tiasissi.blogspot.com/2010/06/biblia-flanelografo.html#comments




nao deixe de agradecer : simonica emiliano de souza lima lima (simonicaesl@hotmail.com)

quinta-feira, 24 de junho de 2010

“A CASA DE MEU PAI”

TEATRINHO PARA O DIA DOS PAIS

> Personagens: Luís, menino pobre; Zelina, irmã mais velha de Luís; Sílvia,
> menina do sítio; Mário, pai de Sílvia; Pim-pim, periquito de Luís (realejo);
> crianças para a figuração.
> Figurinos: Todos com roupas comuns de crianças. Apenas Luís e a irmã usam
> roupas bem velhas.
> Cenografia:
> Cenário l - Uma praça, um banco de jardim e um fundo pintado com árvores.
> Cenário 2 - Sítio de Sílvia: aproveitar o cenário anterior, apenas tirando o
> banco.
> Cenário 3 - Porta da casa do Pai, com a placa "BEM-VINDO, MEU FILHO".
> Sonoplastia: Música do realejo e outras, à escolha.
>
> ATO UM - CENÁRIO l
> (A praça está cheia de crianças que olham o periquito de Luís, dentro da
> gaiola. Luís, com a manivela, faz o realejo tocar.)
> Luís: Quem vai tirar a sorte? Quem vai tirar a sorte?
> (As crianças se movimentam, agitadas, e todas querem tirar um papelzinho.)
> Crianças: Eu! Eu! Eu! Eu!
> Luís: Calma, gente; o periquito vai tirar a sorte de todo mundo.
> (A confusão continua, até que chega Zelina.)
> Zelina: Oi, mano, já são quase 6 horas. Não está em tempo de você ir para
> casa? Mamãe está nos esperando.
> Luís: Está sim, Zelina. É isso aí, pessoal. Por hoje chega! O Pim-pim já
> está sem voz de tanto cantar. Amanhã tem mais.
> (As crianças saem do palco, deixando apenas Zelina e Luís, que se sentam no
> banco.)
> Luís: Zelina, eu sei que você também trabalhou o dia inteiro, mas... Não dá
> para falar da casa de nosso pai, já que eu não o conheci?
> Zelina (faz um carinho no irmão):
> Dá sim, Luís. Você sabe que eu não sei lhe dizer não.
> Luís (recosta-se na irmã): Conte tudo de novo o que você já contou!
> Zelina: Tá bem. Lá, na casa do Pai, tem tudo de bom que você pode querer:
> uma cama supermacia, com lençóis limpinhos e, quando faz frio, tem um
> cobertor enorme que dá pra esquentar o mundo inteiro.
> Luís: O mundo inteiro?
> Zelina: É.
> Luís: Mas na casa do pai cabe tanta gente assim?
> Zelina: Cabe. A casa do Pai é diferente das outras. Conforme vai entrando
> gente, ela vai crescendo.
> Luís: Que mais que tem lá?
> Zelina: Tem uma geladeira gigante, cheia de comida gostosa. Tem arroz,
> daquele bem soltinho, feijão do mais gostoso, frutas, doces, chocolates...
> Luís: Mas, Zelina, quem é que cuida de tudo isso? O pai tem empregada?
> Zelina: Não, Luís. Eu já disse que a casa do Pai é diferente. Ela
> funciona-sozinha. Conforme a comida vai acabando, outras novas vão surgindo.
> Ele providencia tudo.
> Zelina (olha o relógio): Luís, vamos embora. Já é tarde!
> Luís: Qualquer dia eu vou para lá, Zelina. É muito longe?
> Zelina: Não, Luís, mas também não é perto.
> Luís: No dia em que eu for, como vou saber que casa é, se você não tem o
> endereço?
> Zelina: Não precisa. Na porta da casa do Pai tem uma placa onde se lê:
> "Bem-vindo, meu filho".
> (Os dois saem e a cortina se fecha, abrindo-se logo em seguida. Luís entra
> com o realejo para mais um dia de trabalho.)
> Luís: Nossa, o tempo passa tão depressa! Já faz um mês que minha irmã Zelina
> foi embora com a patroa, trabalhar noutra cidade! Eu tenho tanta saudade
> dela, de ouvir ela contar sobre a casa do nosso pai...
> (Enquanto Luís pensa alto, entram as crianças para tirarem a sorte no
> realejo. Luís faz funcionar a música. As crianças se movimentam bastante,
> até que Luís resolve dar um aviso.)
> Luís (subindo no banco): Atenção, criançada. De amanhã em diante, vocês não
> vão mais me encontrar aqui.
> Alguém da turma pergunta alto: Por quê?
> Luís: É que eu vou sair por aí até encontrar a casa do meu pai.
> Alguém pergunta: E seu pai mora longe?
> Luís: Minha irmã disse que não é perto nem longe, mas que eu vou achar
> fácil.
> Alguém pergunta: E o realejo?
> Luís: Ele vai comigo. Quando chegar na casa do meu pai, vou mostrar-lhe como
> o Pim-pim canta bem.
> (Luís desce do banco, pega o realejo e vai saindo.)
> Luís: Então, tchau, amigos. Quando eu voltar, quero encontrar todos vocês
> aqui para tirar a sorte.
> (As crianças ficam dando adeus ao menino, enquanto a cortina vai se
> fechando.)
>
> ATO DOIS - CENÁRIO 2
> (Luís entra carregando o realejo. Cansado, senta-se no chão.)
> Luís: Puxa, a Zelina disse que a casa do meu pai não era longe, mas eu já to
> andando faz três dias e ainda não cheguei!
> (Entra Sílvia.)
> Sílvia: Oi. Quem é você e o que estáfazendo aqui no meu sítio?
> Luís: Aqui é seu sítio, é? Eu sou Luís.
> Sílvia: É, mas não faz mal. Eu sou a Sílvia. O que é essa gaiola na sua mão?
> Luís: E o meu realejo. Com ele é que eu trabalho.
> Sílvia: Ai, que legal! Toca um pouco pra mim?
> (Luís faz funcionar o realejo.)
> Sílvia: Que lindo! Vou pedir ao meu pai para deixar você dormir aqui no
> sítio hoje, assim pode mostrar o realejo pra todo mundo. Você quer?
> Luís: Seria bom, mas é que estou indo pra casa do meu pai e ainda tenho
> muito para andar.
> Sílvia: Seu pai mora muito longe? Luís: Nem longe nem perto.
> (Sílvia faz cara de espanto e insiste para o menino ficar. Sílvia chama o
> pai.)
> Sílvia: Paiê! Paiê!
> (Entra o pai.)
> Mário: Diga, minha filha!
> Sílvia: Papai, este é o Luís; ele toca realejo. Ele pode dormir aqui no
> sítio hoje?
> Mário: Pode ficar, mas só hoje.
> (Mário sai e Sílvia fica ouvindo o realejo e conversando baixinho com Luís,
> até que ouve o pai chamá-la.)
> Mário (em off): Silvia! Sílvia! Venha para dentro!
> Sílvia: É o meu pai, Luís. Tenho de ir. Durma ali no estábulo, está bem?
> (Sílvia sai e Luís acomoda-se, com o realejo. A cortina se fecha. Dia
> seguinte: a cortina se abre e entra Sílvia, saltitando. Luís acorda.)
> Sílvia: Oi, Luís. Dormiu bem?
> Luís: Dormi. Só que já vou indo, Sílvia. Preciso encontrar a casa do meu
> pai.
> (Sílvia fica triste.)
> Sílvia: Luís, eu quero ir com você!
> Luís: Mas, Sílvia, eu nem sei onde é. E se levar muito tempo pra achar, seus
> pais vão morrer de preocupação!
> Sílvia: Leve-me com você, Luís. Tenho certeza de que antes do anoitecer
> estaremos de volta.
> (Luís se levanta e sai com Sílvia. A cortina se fecha.)
>
> ATO TRÊS - CENÁRIO 3
> (Vê-se a porta, onde se lê "Bem-vindo, meu filho".)
> Luís: (gritando) Sílvia, Sílvia, encontramos a casa do meu pai! Olha lá a
> placa, como a Zelina disse que tinha!
> Sílvia: Quem é a Zelina?
> Luís: E minha irmã mais velha, de quem gosto tanto e que não vejo há muito
> tempo!
> Sílvia: Por que ela não veio com você?
> Luís: Ela foi embora com os patrões, mas disse que eu iria encontrar a casa
> do nosso pai.
> Sílvia: Será que seu pai não vai achar ruim de eu ter vindo junto, Luís?
> Luís: Que nada! A casa dele vai aumentando conforme vai chegando gente. E
> tem comida sempre na geladeira, e tem muito doce e chocolate. Aqui ninguém
> fica doente e...
> (Sílvia o interrompe.)
> Sílvia: Puxa, Luís, a casa do seu pai é mesmo incrível!
> (Enquanto falam, chega Zelina.)
> Zelina: Alo, pessoal!
> (Luís grita de alegria e abraça a irmã.)
> Luís: Zelina, Zelina, que saudade! Como é que você veio visitar nosso pai no
> mesmo dia que eu? Esta é a Sílvia.
> (Zelina cumprimenta Sílvia.)
> Zelina: Oi, Silvia!
> Sílvia: Oi!
> Zelina: Você gosta muito da Sílvia, não é, Luís?
> Luís: Sim. Eu a conheci ontem, mas parece que vivi com ela a vida inteira.
> Zelina: Eu vim aqui hoje,porque sabia que ia encontrar você. E que eu tinha
> me esquecido de lhe dizer que na casa do nosso Pai, além de ter sempre
> comida e agasalho, podemos também encontrar todas as pessoas que amamos.
> Luís: Todas mesmo? Zelina: Todas.
> Luís: E elas podem ficar aqui com a gente?
> Zelina: Na casa do Pai, a distância não existe, Luís. Estamos sempre perto
> um do outro.
> (Terminando de falar, Zelina sai de cena. Sílvia olha no relógio e se
> espanta.)
> Sílvia: Luís, tenho de voltar.
> Luís: Mas você não ia ficar aqui comigo?
> Sílvia (saindo): Lembre-se do que Zelina disse: "Na casa do Pai não existe
> distância. Estamos sempre perto um do outro". Adeus.
> (Sílvia sai de cena, deixando Luís pensativo.)
> Luís (dirigindo-se ao público): Já sei quem é esse pai que tem casa pra todo
> mundo e permite que as pessoas vivam próximas umas das outras. E o Pai do
> céu! Além de agradecê-lo por tudo isso, devemos agradecê-lo pelo pai que deu
> a cada um de nós. Por falar nisso, vamos dar um abraço e um beijo em nosso
> pai, pelo seu dia? Não se esqueça de dizer-lhe que você o ama muito, tá?
> (Colocar alguma música referente ao dia, enquanto a cortina vai se fechando.
> Todos voltam ao palco e se abraçam.)
>
>
>
>
> Tiadulce91@gmail.com

sábado, 5 de junho de 2010

PARA DECORACAO DA SALINHA

VALEU GEORGIA:http://geolopes.multiply.com

CALENDARIO DE PARABENS






ESTA NO BLOG DE GEORGIA http://geolopes.multiply.com/journal

ESSAS E MUITAS OUTRAS IDEIAS, PASSE LA

VAMOS LA BRASIL





PARA DECORACAO DA SALA
retirado do site http://geolopes.multiply.com

BLOG DE GEORGIA( LINDISSIMO) PASSE LA

HISTORIA BIBLICA EM QUADRINHOS




ESTA AKI NO BLOG DE GEORGIA BISPO


http://geolopes.multiply.com/photos/album/69#

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Mímicas

Mímicas
Objetivo: compreender as necessidades do outro e ajudá-lo a despeitos das suas próprias necessidades
Cada participante recebe um papel com uma mímica que indica a necessidade que ele terá (fome, dor de cabeça, frio, tristeza, etc) então todos irão andar pela sala ao mesmo tempo demonstrando sua necessidade por meio da mímica. A medida que um participante identificar a necessidade do outro irá ajudá-lo (dar comida a quem tem fome, dar um comprimido a quem tem dor, um agasalho para o frio, um abraço para o triste, etc). O que foi ajudado irá continuar andando como antes, porém, agora sem mais fazer a mímica e o que ajudou continuará andando como antes e ainda com a mímica até que ele mesmo seja ajudado. O jogo termina quando todos estiverem bem. Em seguida inicia-se um debate:como você se sentiu tendo que ajudar alguém mesmo se sentindo mal? Como foi ajudar alguém que não lhe ajudou? O que você sentiu quando demorou receber ajuda? Etc.


deixada no blog por emilia

Dinâmica de Apresentação e Expectativas.

Em circulo,um participan
te pega um rolo de barbante,diz o nome e qual a sua expectativa no grupo.Segura a ponta e lança o barbante para outro colega que tb se identifica ,segura o barbante e joga outro e assim sucessivamente.
depois que todos se apresentam uma teia é formada no centro do círculo.O líder explica que estamos ligados um ao outro como uma teia na união por Cristo

Deixada no blog por Sueli.

terça-feira, 1 de junho de 2010

O AMOR DE DEUS


Escola Bíblica de Férias
O AMOR DE DEUS

Apresentação:

Tempo de Férias...

As férias estão chegando e à medida que se aproximam, cresce a expectativa
das crianças por atividades e programações especiais.
Esses encontros, sempre descontraídos e divertidos, têm se mostrado também
excelente oportunidade para refletir com as crianças sobre grandes desafios da
atualidade. Questões às quais a Igreja é chamada a anunciar as Boas Novas.
Neste ano, o tema que nos motiva é “O AMOR DE DEUS”. Nosso desejo é que cada membro da equipe sinta-se livre para realizar criativamente estas sugestões e orientações, de acordo com a realidade e situações.
Que Deus possa abençoar sua vida e ministério junto às crianças e que sejamos instrumentos nas mãos de Deus.

Nossa programação prevê um período de cinco dias, com encerramento previsto para o domingo pela manhã, envolvendo toda a Igreja e procurando garantir a participação dos pais e mães.


Que Deus abençoe a todos.


“Qualquer que receber uma criança tal como esta,
em meu nome, a mim me recebe;
e qualquer que a mim me receber, recebe,
não a mim, mas ao que me enviou.”

Marcos 9:36,37
O AMOR DE DEUS
(informações sobre o TEMA)

Objetivos:
➔ Ajudar a criança a saber que Deus a ama.
➔ Apresentar para as crianças não salvas o amor de Deus.

Versículo tema:


Cântico tema: O amor de Deus (Anexo 1)

Temas diários: Deus me ama,
✗ porque Ele me criou (23/07/08);
✗ porque Ele cuida de mim (24/07/08);
✗ porque Ele me salvou (25/07/08);
✗ por isso Devo falar desse amor a outras pessoas (26 e 27/07/08).

Informações Gerais

➔ Horário: esteja sempre atento para que a programação inicie e encerre no horário previsto;
➔ Reunião de Oração: Todos os dias haverá uma reunião de oração com os organizadores da EBF, 30 minutos antes do início desta. O objetivo desta reunião de oração é pedir orientação de Deus para que tudo ocorra de acordo com a Sua vontade e que as crianças estejam de corações abertos para ouvir sobre o amor de Deus.
➔ Recepção: Após a reunião de oração, faremos a recepção das crianças;
➔ Abertura da EBF: Daremos boas-vindas às crianças, cantaremos alguns cânticos e histórias relacionadas ao tema, contadas através de teatro, fantoches,...;
➔ Divisão em Salas: As crianças serão divididas em três salas para ouvirem a história bíblica relacionada ao tema;
➔ Lanche: Todos dias ofereceremos lanche para as crianças;
➔ Encerramento e Brincadeiras: Todos os dias, no final, teremos atividades diferenciadas para a diversão das crianças;
➔ Decoração: No dia anterior a EBF faremos a decoração e preparação dos últimos detalhes. Contamos com a colaboração de toda a equipe.
➔ Cronograma Diário:
14 : 0 0 - Reunião de Oração
14 : 1 0 - Recepção
14 : 3 0 - Abertura da EBF
15 : 0 0 - Divisão em salas
15 : 4 0 - Lanche
16 : 0 0 - Encerramento e brincadeiras
Roteiro Diário

1º dia – 23/07/2008

(quarta-feira)
Deus me ama, porque Ele me criou.

História da abertura: Deus criou - Diálogo com fantoches (Anexo 2)
História Bíblica: Samuel
Texto Bíblico: I Samuel 1, 2, 3, 10 e II Samuel 2
Versículo: “Graças te dou, visto que por modo tão maravilhoso me formaste” Salmos 139:14a
Objetivos: Levar a criança a entender que Deus a ama, pois:
✗ Ela é criatura de Deus.
✗ Deus a fez a sua imagem e semelhança.
✗ E que como Samuel, todas as crianças nasceram sobre a vontade de Deus.
Tópicos importantes da História:
✗ Samuel nasceu para que se cumprisse a vontade de Deus na vida de sua mãe.
✗ Deus planejou a vida de Samuel para que ele o servisse, tornando-se um importante sacerdote, que ungiu o reis de Israel.
Trabalho manual: porta retrato
✗ S1: Porta retrato com EVA
✗ S2: Porta retrato com EVA
✗ S3: Porta retrato com EVA


2º Dia - 24/07/2008
(Quinta-feira)
Deus me ama, porque Ele cuida de mim.

História da abertura: Ninguém gost de mim – Teatro (Anexo 3)
História Bíblica: Rute
Texto Bíblico: Livro de Rute
Versículo: “De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.” Hebreus 13:5b
Objetivos: Levar a criança a compreender que Deus a ama, pois:
✗ Ele nunca irá abandoná-la.
✗ Somos Filhos dEle e temos o Seu cuidado.
✗ E levá-las a compreender que precisam confiar que Deus as ajuda quando precisam.
Tópicos importantes da História:
✗ Rute fez a escolha certa, pois mesmo nos momentos de dificuldade, ela acreditou em Deus e Ele por sua fidelidade, sempre a protegeu.
✗ Deus cuidou e protegeu Rute.
Trabalho manual:
✗ S1: ímã com o versículo
✗ S2: ímã coração de bisqui com o versículo
✗ S3: ímã coração de bisqui com o versículo

3º dia – 25/07/2008
(sexta-feira)
Deus me ama, porque Ele me salvou.

História da abertura: Não toque - Teatro de Palhaços (Anexo 4)
História Bíblica: Paulo
Texto Bíblico: Atos 7:54-60/8:1-3/9:1-35
Versículo: “Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.” Romanos 5:8
Objetivos: Levar a criança a compreender que Deus a ama, pois:
✗ Ele mandou Seu único Filho para nos salvar.
✗ Ele quer que nós tenhamos uma mudança de vida, igual a Paulo.
Tópicos importantes da História:
✗ Paulo estava perdido até conhecer a Jesus Cristo.
✗ O amor de Jesus transformou sua vida e o abençoou.
Trabalho manual:
✗ S1: quebra-cabeça sobre a história
✗ S2: quebra-cabeça sobre a história
✗ S3: quebra-cabeça sobre a história

4º dia – 26/07/2008
(sábado)
Deus me ama, por isso devo falar desse amor a outras pessoas

História da abertura: Livro colorido – Teatro (Anexo 5)
História Bíblica: História Missionária: Ti-Fam
Texto Bíblico: Atos 7:54-60/8:1-3/9:1-35
Versículo: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15


Objetivos: Levar a criança a compreender que todos devem conhecer o amor de Deus e elas precisam
Trabalho manual:
✗ S1: catavento do livro sem palavras
✗ S2: catavento do livro sem palavras
✗ S3: catavento do livro sem palavras



5º dia – 27/07/2008
(domingo)
Deus me ama, por isso devo falar desse amor a outras pessoas

História Bíblica: História Missionária: Ti-Fam
Versículo: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15
Objetivos: Levar a criança a compreender que todos devem conhecer o amor de Deus.

ANEXOS

ANEXO 1
Cântico tema: O amor de Deus

Jesus deixou toda Sua glória,
Veio ao mundo como homem pra nos salvar!
Viveu aqui e conheceu nossas dores,
Mas tudo Ele sofreu e venceu em nosso lugar

Pra nos mostrar que o criador, o único Deus,
Nos ama e deseja restaurar.
Seu perdão vai além dos céus,
Nenhum monte é tão alto,
Nenhum vale tão profundo como o amor do nosso Deus!

Grande, tão grande, alto, tão alto!
Fundo, profundo, é maior que o mundo
Mas é pequeno, cabe lá dentro
Do coração de quem se entrega ao Salvador.


ANEXO 2

Diálogo com fantoches

✗ Objetivo: mostrar Deus como o criador de todas as coisas.
✗ Tema: A criação
✗ Recursos Visuais: fantoches principais (Lalá e Joãozinho)
✗ Cenário: caracterizado por uma paisagem contendo árvores, flores, o sol e um riacho.
INTRODUÇÃO: Conversa do Gabriel com o fantoche. O Gabriel sai e começa o dialogo dos fantoches.
Lalá: Que lindas flores! Que perfume bom! Olha o céu! Que lindo azul!
Joãozinho: (entra em cena, olhando para Lalá desconfiado.) Oi Lalá!
Lalá: Oi Joãozinho!
Joãozinho: Vejo que você está com muita alegria. Por que tanta alegria?
Lalá: Você não sabe? Olha que céu lindo! Olha lá o sol! Que calor gostoso ele nos dá. Tudo isso é tão belo que fico feliz!
Joãozinho: É mesmo! Tudo é tão bonito e maravilhoso! (pensativo) Engraçado! Quem será que fez tudo isto?
Lalá: É mesmo, hein?! Quem será? Deve ser alguém muito bonito, pois tudo aqui é perfumado, cheio de cores, não é?
Joãozinho: É verdade! Deve ser também um grande pintor. Olha como tudo é colorido! A árvore tão verdinha! O céu azul, azul!... E o arco-íris? Todo multicor. As nuvens branquinhas, muito branquinhas... Veja! O rio é clarinho...
Lalá: Sabe, Joãozinho, quem criou todas estas coisas, deve ter muito amor. Pois só quem tem muito amor pode fazer coisas assim tão lindas.
Joãozinho: É Lalá! O criador de tudo isto é alguém muito especial. Mas quem será ele? Olha, Lalá! Um passarinho!
Lalá: Vamos perguntar para ele quem criou tudo isto?
Joãozinho: Ah! Menina! Passarinho não fala!
Lalá: Olha lá atrás! Um coelhinho! Que coelhinho lindo gente!
Joãozinho: Lalá! Quem criou este coelhinho deve ter sido o mesmo inventor do céu, das flores, das árvores e tudo isto que está ao nosso redor.
Lalá: Eh!... Já temos uma pista!
Joãozinho: (pensativo) Quem será?
Lalá: Joãozinho! Vamos procurar mais pistas por aqui?
Joãozinho: Vamos! Procure por aqui eu procuro por lá! (movimentando-se) Veja, Lalá! Quantas carinhas diferentes por aqui! (olham para as crianças)
Lalá: Joãozinho! São crianças! Estão nos olhando enquanto apreciamos toda esta paisagem.
Joãozinho: Quem sabe elas são capazes de nos dar uma pista?
Lalá: Então, vamos perguntar! Oi, criançada! Vocês sabem quem criou as flores, o céu, o coelhinho, o passarinho e o riachinho? Vocês sabem?
(as crianças provavelmente responderão: “Foi Deus... foi Jesus...)
Joãozinho: Deus? Jesus?
Lalá: Ah! Jesus... Eu já ouvi falar dele. Lá em casa se a comida queima no fogão, minha mãe fala assim: “Ai, Jesus!”
Gabriel: Ei, pessoal, eu voltei! Do que vocês estão falando?
Joãozinho: Nós estamos querendo saber quem é Deus.
Gabriel: Vocês querem mesmo saber quem é Deus?
Lalá e Joãozinho: Queremos!
Gabriel: Deus é um ser que você pode crer, Ele mesmo quer se mostrar pra você.
Lalá: Tem um problema. Como você garante que Deus existe? Eu nunca vi a Deus... Como é que eu posso acreditar nele?
Gabriel: Escuta Lalá. Você já viu as árvores?
Lalá: Claro!
Gabriel: Então você já deve ter visto quando o vento balança as árvores, não é?
Joãozinho: É. O vento balança as árvores... eu já vi!!
Lalá: É, eu também já vi!
Gabriel: E vocês vêem o vento?
Joãozinho: É... não vejo, não.
Gabriel: Mas você sente quando o vento balança os seus cabelos, não é?
Lalá: Sinto sim! O vento atrapalha o meu cabelo!
Gabriel: Pois é! (conversando com as crianças) Vamos fazer um teste ? Todo mundo prendendo a respiração!
(todos deverão prender a respiração até não agüentar mais)
Joãozinho: Já sei! O ar que eu respiro, eu também não vejo, e nem por isso ele não existe!
Lalá: É mesmo. Nós também não podemos ver a Deus, mas sabemos que Ele existe porque sentimos o amor Dele por todos nós!
Gabriel: Eu tenho um presente aqui para vocês, que pode explicar um pouco melhor sobre Deus.
Lalá: O que é isto?
Joãozinho: Aqui está escrito que é a Bíblia.
Gabriel: A Bíblia é a palavra de Deus escrita! Aqui fala sobre o amor de Deus. (leitura da Bíblia: Genesis). Aqui está escrito sobre quão grande é o amor de Deus por ter criado todas as coisas e a nós.
Lalá: É preciso ter muito amor para criar todas estas coisas.
Joãozinho: E nós precisamos amar tudo o que Deus criou. As plantinhas, os animais, os coleguinhas.
Lalá: Agora preciso ir porque minha mãe está me chamando.
Joãozinho: Eu também.
Joãozinho e Lalá: Tchau crianças.
Gabriel: Ah, vamos cantar uma música que fala sobre o amor de Deus.

ANEXO 4
Não toque
(Teatro de Palhaços)

Personagens: Palhaço 1 não cristão e Palhaço 2 cristão
Material: 1 cadeira, 1 papel escrito “ Não Toque “ e atrás “ Pecado”
Introdução: Será um teatro feito entre dois palhaços, sem falas, só com mímica.
Teatro: Uma cadeira está no meio do palco com um cartaz pendurado nela dizendo: "NÃO TOQUE".
O Palhaço 1 que por acaso passava pelo local percebe a cadeira e se aproxima. Rodando em torno da cadeira ele tenta entender o que há de errado com ela. A curiosidade toma conta dele. Sem chegar a conclusão alguma, o palhaço 1 passa a frente da cadeira e olha para a esquerda e para a direita, observando se ninguém aparece.
Enquanto olhava para ver se ninguém aparece, o palhaço 1 sem perceber apoia-se na cadeira.
O palhaço 1 percebe que ao tentar ir embora, que sua mão ficou colada na cadeira (a mão e a cadeira permanecem imóveis embora o palhaço 1 esforce-se em descolá-la ). Neste instante, outro palhaço passa pela frente da cadeira com o palhaço 1 colado.
Imediatamente o palhaço 1 disfarça, acenando para o amigo que então continua seu passeio. Após o palhaço 2 se afastar o palhaço 1 começa a ficar impaciente. Ele coloca a outra mão no acento da cadeira para tentar descolar a primeira. Então percebe que sua segunda mão fica colada também . Faz força, levanta a cadeira, sacode e imediatamente disfarça quando percebe que o palhaço 2 se aproxima novamente. O palhaço 1 sorri sem graça e finge estar fazendo exercícios.
O palhaço 2 acha estranho, mas depois olha para a platéia e elogia o palhaço 1. Faz sinal de aprovação e continua seu passeio. Tão logo o amigo se distancia, o palhaço 1 recomeça a tentar se descolar. Ele está realmente nervoso agora. Joga a cadeira para um lado, joga para o outro, coloca o pé no acento para se apoiar, mas o pé escorrega e ele acaba sentando na cadeira, totalmente colado agora.
Enquanto o palhaço 1 se sacode, o palhaço 2 se aproxima sem que perceba, estranhando a situação. Desta vez o palhaço 1 não percebe a aproximação do amigo e não disfarça. O amigo começa a perceber o que está acontecendo e vê o cartaz que está escrito “ Não Toque”. E mostra que entendeu o problema do palhaço 1.
O palhaço 2 tenta mostrar ao 1 que Jesus pode todas as coisas e mostra a salvação ao palhaço preso. O palhaço 1 quer aceitar a Jesus, e sem perceber ao orar, é solto da cadeira. O palhaço 2 tira o papel da cadeira, e vê que estava escrito “Pecado”. Eles se assustam mas lembram que Jesus os salvou. Ficam felizes e saem brincando.


ANEXO 5
Livro colorido
(teatro)

CRIANÇAS 1 e 2: A criança 1 está se preparando para contar sobre o livro sem palavras aos seus amigos. Um primo seu vai visitá-lo e vem preparado também para contar sobre a mesma história. Entre figuras, histórias e discussões eles descobrem o quanto é importante falar da salvação à outras pessoas.
PÁGINA DOURADA: Esta página dourada nos fala do céu, não posso lhe da à certeza como é lindo o céu, mas há um versículo da palavra de DEUS que nos dá uma idéia. É Apocalipse 21:21 "e as doze portas, eram pérolas... A praça da cidade é de ouro puro". Mais do que isso, o céu é um lugar de alegria. Niguém fica doente no céu. Ninguém tem dor, nenhum sofrimento, nem tristeza. Melhor ainda ninguém morre! "E DEUS lhe enxugará toda sua lágrima dos seus olhos e morte já não existirá, Já não haverá luto, nem pranto, nem dor". (Apocalipse 21:4). Somente DEUS poderia criar um lugar tão maravilhoso como este. Você sabia que DEUS o ama, Ele quer que você esteja lá no céu com ele para sempre? Quando o SENHOR!!! JESUS voltou para o céu depois de morrer na cruz e ressuscitou, Ele disse que ia preparar um lugar para nós. E DEUS quer você com Ele lá no céu para ser feliz eternamente.
PÁGINA PRETA: Se a calçada na frente de sua casa fosse de ouro, quanto tempo a calçada ficaria ali? "OH", você dizia, "alguém roubaria". Mas não é pecado roubar? Certamente que é. E lá no céu... ninguém vai roubar o ouro da ruas. Absolutamente, porque pecado não entra no céu. "nela nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada... E mentira" (Apoc. 21:17) quer dizer que o pecado não poderá entrar no céu para estragá-lo.
Pense, estão: DEUS quer que cada um de nós vá para o céu, mas se há pecado em nossos corações, estes nos impede de entrar no céu. A página preta representa o pecado em nossos corações, o pecado que nunca entrará no céu. A palavra de DEUS nos diz: todos pecaram (Rm 3:23). Você também precisa dizer, "Eu Pequei". Mas, escute... Deus tem boas novas para você! Ele tem um remédio que faz nos livrar dos pecados! Nós não podemos fazer nada para limpar os nossos pecados. Mas DEUS pode e o fará... se cremos no evangelho, que cristo morreu pelos nossos pecados segundo as escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as escrituras (I Cor 15:3-4).
PÁGINA VERMELHA: Esta página representa o precioso sangue de JESUS Cristo. A Bíblia nos ensina que “o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado” (I João 1:7) Não é maravilhoso saber que Deus não somente nos ama tanto que nos quer no céu, mas nos ama tanto que deu seu único Filho para ser nosso único salvador e para levar o castigo de nossos pecados? Quando o Senhor Jesus Cristo morreu na Cruz, DEUS pôs sobre ele os nossos pecados. Assim diz a palavra de DEUS: II Cor 5:21 “Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nEle fossemos feita justiça de DEUS”.
Depois que morreu em nosso lugar, Jesus foi sepultado e depois de três dias ressuscitou! Viveu novamente! Jesus esta vivo! E por que ele vive, pode vir morar em nossos corações ele diz: “eis que estou a porta e bato, se alguém (qualquer pessoa menino, menina papai e mamãe) ouvir a minha voz; e abrir a porta entrarei em sua casa" (Apoc 3:20). Quando convidamos o Senhor a entrar em nossos corações e ficar para nos salvar dos pecados, Ele entra e fica.
PÁGINA BRANCA: A página branca representa o coração limpo, que o Senhor Jesus já purificou. Sabe quão branco Ele faz o coração que o recebe? Tão branquinho como a neve ou algodão! A bíblia diz, “lava-me ficarei mais alvo que a neve” (Salmos 51:7 b). Você não gostaria de ter seu coração tão limpinho assim? Deus quer perdoar seus pecados e purificar seu coração, e assim Ele fará no momento que você receber Jesus como seu Salvador. Jesus já morreu no seu lugar; Ele quer ser seu Salvador, quer lhe dar vida eterna... No céu. Jesus está batendo à porta do seu coração. Você precisa abrir a porta e deixá-lo entrar. Quer fazer isto agora? Então, abaixe sua cabeça agora e peça ao Senhor que entre em seu coração. Peça para Ele ser seu Salvador. A salvação é um presente de Deus. Como é que fazemos ao receber um presente? Agradecemos, não é? Então diga agora mesmo a Deus: “muito obrigado por Jesus”. Agradeça porque Ele enviou o Senhor Jesus Cristo para morrer em seu lugar. Agradeça pois Ele agora salvou e perdoou seus pecados. Agradeça porque Ele lhe deu agora vida eterna.
PÁGINA VERDE: A página verde nos fala da nova vida que recebemos na hora de aceitar o Senhor como Salvador. Quais são as coisas verdes que existem na natureza? Sim, as ervas, as árvores, a grama e as plantas em geral. E todas as coisas que têm vida. Vamos ler mais um versículo da palavra de Deus, em João 3:36 “quem crê no Filho tem a vida eterna”. Você agora crê no Senhor Jesus como seu Salvador? Então este versículo fala de você. Diz que você tem o quê? Exatamente, vida eterna, o tipo de vida que precisamos ter para entrar no céu. Você não está contente de ter recebido Jesus como Salvador? E agora, esta nova vida precisa ser alimentada pela leitura da palavra de Deus (II Pedro 3:13), e pela oração. Assim você irá crescendo espiritualmente na vida cristã, agradando ao Senhor Jesus na sua vida diária e ganhando outros para Ele.


Anexo 6
Letras das Músicas


Eu quero é Deus

Eu, eu, eu
Eu quero é Deus
Não importa o que vão
Pensar de mim
Eu quero é Deus

Ninguém morreria assim
Em meu lugar
Foi uma morte terrível
Pra me salvar
Por isso eu declaro:
Eu amo esse Deus!

Ele é o Pão Vivo
Que desceu do céu
Ele é o Cordeiro de Deus
O príncipe da Paz
Ele é a raiz de Davi
Ele é Leão de Judá!


Homenzinho Torto

Havia um homenzinho torto
Morava numa casa torta
Andava num caminho torto
Sua vida era torta
Um dia o homenzinho torto
A bíblia encontrou
E tudo que era torto
Jesus endireitou


Aquele que está feliz

Aquele que está feliz,
Diga: Amém!
Aquele que está feliz,
Grite: Aleluia!
Aquele que está feliz,
Bata palma assim...
Aquele que está feliz,
Dance comigo assim,
Com Jesus no coração
A gente é feliz
Com Jesus na condução
Tudo é muito bom!

Jesus é alegria, euforia,
Companhia todo dia!
Jesus é o motivo
da nossa alegria!


Mesmo que eu não marche

Mesmo que eu não marche na infantaria
Nem na cavalaria, nem na artilharia vá
Nem aviador seja eu aqui
Soldado de Cristo eu sou

Soldado de Jesus
Soldado de Jesus
Nem aviador seja eu aqui
Soldado de Cristo eu sou


Alegria da Salvação

Tenho alegria dentro do meu coração
Pela salvação que recebi do meu Senhor
Hoje tenho paz e tenho comunhão
Com aquele que me salvou

Gozo,gozo pela salvação
Que recebi do meu Senhor
Gozo,gozo com aquele que me salvou


Sei que Deus me ama

Sei que Deus me ama e me compreende minha oração eu sei que ouve e atende, sei que Deus me ama e me compreende minha oração sempre atende.

A cada momento

A cada momento eu sinto a presença do Senhor (2x)
Ao sentar, ao levantar, ao dormir, ao despertar (2x)
E andando pelo caminho (2x)
Aleluia, glória a Deus (2x)


Tra lá lá lá

Aperte a mão do amigo mais perto
Aperte a mão, pra cantar la, la
Abrace o amigo que está mais perto
Abrace o amigo, pra cantar, la, la

Cante!
La la la la la laleluia
La la la la la leluia
La la la la la le leluia!!!

Aperte o joelho do amigo mais perto
Aperte o joelho pra cantar, la, la

Não só fique em seu lugar
Aperte a mão de alguém
Com amor e comunhão
As bençãos sempre vêm

Faça uma cosquinha no amigo mais perto
Faça uma cosquinha pra cantar la la

Cristo é meu amigo que está mais perto
Cristo é meu amigo pra cantar la la
La la la


Exaltação de Deus

Poderoso, maravilhoso é Deus,
o Senhor digno é de louvor!
Amoroso e lindo é o meu Deus,
o Senhor digno é de amor!
Enquanto eu louvo ao Senhor,
meu coração se alegra!
E quanto mais eu louvo a Deus,
aumenta o meu amor!
Poderoso, maravilhoso é,
o Senhor digno é de louvor!
Amoroso e lindo é o meu Deus,
o Senhor digno é de amor!

Andando para a classe

quando eu venho andando para a classe aqui,
Venho alegre, Venho alegre”
Porque foi aqui onde eu aprendi
que Jesus já me salvou
Do pecado, sim, resgatou-me a mim.
E a vocês também o bom Deus quer bem

Quando eu venho andando para a classe aqui,
Venho alegre e mui feliz.
Bato: Ta! Ta! Ta!
Rio: Qua! Qua! Qua!
E viro-me pra cá

Quando eu venho andando para a classe aqui,
Eu me alegro e sou feliz.
E vocês também, e vocês também,
ouvindo o que Deus diz
Hão de vir andando para a classe aqui, sendo cada qual feliz!



ANEXO 3
Ninguém gosta de mim

Ninguém gosta de mim

Personagens: Carmen (mãe), Eduardo (filho), Letícia(filha), Nina (boneca).
Cenário: Dividido ao meio, onde metade é uma sala com sofá e uma mesa de centro, e na outra metade um quarto de menina, com uma boneca(uma pessoa vestida de boneca) em cima da cama.
Material: sofá, mesa de centro, vaso quebrável, flores, cama, coisas que lembrem sala e quarto feminino, bola de futebol, cortina, mala.
Peça: (está aberto o lado da sala e mãe entra com um vaso com flor e fala sozinha)
Carmen: Deixa eu colocar essas flores lindas que eu ganhei do meu marido hoje. Quanto tempo já que ele não me dava uma dessas... Estou tão feliz. Vou colocar neste vaso, que eu o tenho desde que casei. Eu gosto muito dele. Ele me traz muitas recordações boas. É meu predileto... Olha ficou lindo. Nossa vejam que hora são, preciso ir fazer o almoço, vou lá no mercado em alguns minutos já volto...
Eduardo: (entra com uma bola na mão, logo que a mãe sai) Hoje não posso perder tempo, é a grande final do futebol, lá da escola, e meu time vai ganhar nós somos o melhor... Não posso perder tempo, vou treinar umas embaixadinhas... Deixo ver se ninguém tá olhando pra mim....(treina umas embaixadinhas, e sem querer chuta o vaso da mãe, que quebra) Não acredito, eu quebrei o vaso predileto de minha mãe... ela sempre falou para termos cuidado... Se ela descobrir vai me colocar de castigo e não vou poder ir no jogo hoje á noite.... (pensa e se desespera)E agora???.... Tive uma idéia... Letícia, Letíciaaaaa!!!! Vem pra cá urgente ( sai correndo enquanto a irmã vai indo a sala, mas ele deixa a bola em um lugar não muito visível)
Letícia: (grita do quarto) Já vou... O que você quer??? ( entra na sala) Nossa o que aconteceu aqui??? Eduardo, o que você fez aqui, quebrou o vaso da mamãe??? Era o que ela mais gostava.... Cadê você Eduardo?? ai esse menino... Vou tirar os cacos pra não machucar ninguém....
(Eduardo entra pelo fundo com a mãe)
Eduardo: Ta vendo mãe foi ela... Ela quebrou o seu vaso predileto....
Letícia: Mas não...
Eduardo: E a Senhora nem acreditou em mim, aqui está aprova clara.
Letícia: Mas...
Carmen: (fala muito brava) Nada de mas... Como você pode fazer isso, que coisa mais feia, você sabia como eu gostava desse vaso... Já falei que não é pra brincar na sala... Pelo que você fez estará de castigo por uma semana...
Letícia: Mas não fui eu...
Carmen: Como não?? Estou vendo você com os cacos...
Letícia: Foi o Eduardo, ele me chamou e....
Eduardo: Eu não, lógico que não, jamais. Eu nem tava aqui, é mentira, ela quer fugir do erro, coisa feia né Letícia.
Carmen: Que coisa feia menina, além de tudo ainda fica mentindo.. Vai pro seu quarto agora e não sai de lá até eu mandar...
Letícia: Mas mãe...
Carmen: Nada de mas... Agora!!!
Letícia: (sai batendo pé e grita) Ninguém gosta de mim...
Carmen: Vamos filho me ajude a limpar esta sujeira que sua irmã fez...
Eduardo: Apesar de não ter sido eu... Eu ajudo...
(Neste momento, fecha a cortina da sala e abre a do quarto com a Letícia chorando e a boneca-humana Nina em cima da cama imóvel)
Letícia:(chora muito) Ninguém gosta de mim... buuuuuuu.... Nina minha amada boneca você é a única que me ouve... A única que gosta de mim.... Ninguém gosta de mim... Todos me abandonaram... Primeiro na escola, as meninas ficam tirando comigo, dando risada e fazendo piadinha.... ai chego em casa esperando o amor de minha família, meu irmão é maldoso comigo, e minha mãe injusta... Vou fugir daqui(faz de conta que arruma a mala).... Porque eu??? Me abandonaram... Todos me odeiam...
Nina: Não chora não...
Letícia: (Leva um susto) Ops... Você fala??? Nina??? acho que eu estou louca!?!?!?
Nina: Oi... Sou eu sim... hihihihi.... Vi sua tristeza e resolvi te falar algo de grande importância..
Letícia: Mas o que???
Nina: Como assim ninguém gosta de você,?? Existe alguém que sempre estará com você em todos os momentos... Ele jamais vai te abandonar...
Letícia: Mas quem... Todos me decepcionaram, me abandonaram, meu amigos da escola, até aqueles que achava que eram os melhores... Meu irmão só faz maldades, e até minha mãe que amo tanto, brigou comigo... Você está enganada querida Nina, ninguém me ama!!!! Você é a única pessoas que se importa comigo mais é uma boneca... (chora)...
Nina: Não é assim não... Tem alguém que sempre vai cuidar de você em todos os momentos... E é DEUS. Deus é amor! Ele te ama muito e nunca vai te abandonar, sempre estará ao seu lado, como agora, você pode ter certeza que Ele está com você.
Letícia: É verdade, como pude me esquecer! As vezes a nossa fé é tão pequena, que acabo me esquecendo de Deus e de seu grande amor.
Nina: Na Bíblia está escrito um versículo que diz o seguinte: “De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.” Hebreus 13:5b
Ou seja, você pode ter certeza que por mais que você se sinta abandonada ou sozinha, Deus sempre estará com você, Ele te ama. Quando você se sentir assim, rejeitada, converse com Ele e peça sua proteção e ajuda.
Letícia: Deus meu, de grande amor, ... Amém
Conversa com a boneca em off
Carmen (grita sem aparecer): Mas Eduardo, o que esta bola está fazendo aqui? E essas marcas de bola aqui na parede? Você estava jogando bola aqui dentro? Então... foi você que quebrou o meu vaso?
Edu: É que...
Carmen: Agora eu entendi tudo...que coisa feia! Além de quebrar meu vaso, você mentiu pra mim e prejudicou sua irmã, que estava me ajudando. Vamos agora pedir desculpas pra ela e você está de castigo por duas semanas.
Edu (chorando): Desculpa mãe, é que...
Carmen: Sem mas, agora vamos! Letícia abra a porta!
Letícia: Já vou. Lá vem bronca de novo, mas agora estou mais tranquila, pois sei que Deus está comigo.
Carmen: Filha, me perdoe. Eu descobri que foi seu irmão que quebrou meu vaso. Me perdoe. Eu errei. Seu irmão também quer te falar uma coisa.
Edu: Maninha, perdão!
Letícia: Tudo bem gente, nós erramos, mas hoje aprendi uma coisa, que por mais que as coisas dêem errado, devemos nos lembrar de Deus. Ele nos ama muito e jamais nos abandonará ou fará mal a nós.
Carmen: Mas como?
Letícia: Ah, mamãe, isso é um segredo especial.

FIM



enviado por Gabriel Bratfich Penteado (gabrape@hotmail.com)

JESUS- O VERDADEIRO HEROI


Escola Bíblica de Férias
O verdadeiro herói

Músicas
1. Jesus é meu super-herói (fruto do espírito)
2. Jesus é meu herói (Hillsong Kids)
3. Eu vou cantar bem alto
4. Doce nome
5. Faça o melhor
6. Jesus é o amigo melhor (DT)
7. Poderoso, Maravilhoso
8. Quando eu venho andando
9. Sansão, pelos poderes de Deus
10. Trá lá lá


Versículo tema: “ Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo ” I Coríntios 15:57


Classes

1- ) 3-6 anos:
2- ) 7-9 anos:
3- ) 10-12 anos:


Cronograma Diário:

14:00 - Reunião de Oração com a equipe
14:10 - Recepção
14:30 Abertura da EBF: Cânticos e História Moral
15:10 – História Bíblica e Trabalho Manual
15:50 - Lanche
16:10- Encerramento
16:20 – Brincadeiras
16:45 - FIM!!!

Divisão diária

1º Dia – Meu herói tem para transformar.

Abertura
-Teatro de fantoche falando sobre o verdadeiro Herói (Teatros – ANEXO 3)

História bíblica
- Jesus transforma a água em vinho (Classe 1, 2 e 3) – João 2:1-12

Trabalho manual
Classe 1 e 2: Desenho para pintar e colar.
Classe 3: Desenho e exercícios.

Brincadeira
- Cama elástica


2º Dia – Meu herói tem poder de cura.

Abertura
– Teatro de uma criança que precisa ser curada de uma dor de barriga e os super heróis não conseguem ajudá-la. Então, um amigo fala que Jesus tem poder de cura. (Teatros – ANEXO 1)

História bíblica
- Cura do paralítico (Classe 1 e 3) – Marcos 2:1-12; Lucas 5:17-26
- Cura da filha de Jairo (Classe 2) – Mateus 9:18-26; Marcos 5:21-24, 35-43; Lucas 8:40-42, 49-56

Trabalho manual
Classe 1: Desenho para pintar e colar barbante.
Classe 2: Desenho para pintar e colar retalhos de pano.
Classe 3: Exercícios.

Brincadeira
- Estacionamento


3º Dia – Meu herói tem poder sobrenatural.

Abertura
- Teatro de palhaços com um narrador contando a histórias e os palhaços vão interpretando. (Teatros – ANEXO 2)

História bíblica
- Jesus acalma a tempestade (Classe 3) – João 6:15-21; Mateus 8:23-27; Lucas 8:22-25
- A pesca maravilhosa (Classes 1 e 2) – Lucas 5:1-11; Mateus 4:18-22; Marcos 1:16-20

Trabalho manual
Classe 1: Desenho para pintar (peixinhos).
Classe 2: Desenho para pintar e colar redinha com peixes.
Classe 3: Exercícios.

Brincadeira
- Mais que escravos-de-jó


4º Dia – Meu herói tem poder para salvar.

Abertura
- Fantoche (conversa sobre os dias da EBF

História bíblica
- Jesus é nossa salvação, Ele morreu, mas ressuscitou

Trabalho manual
- Pulseiras livro-sem-palavras
Brincadeira
- Brincadeira de roda






Teatros

ANEXO 1

Personagens:
Criança 1: roupa de criança
Criança 2: roupa de criança
Chapolin: roupa vermelha com bermuda amarela por cima, coração amarelo e antena amarela
Batman: roupa preta, máscara, símbolo amarelo
Barbie: roupa de princesa
Homem-Aranha: roupa azul, detalhe vermelho, máscara
Pokemon:
Ben 10:

Aparece uma criança chorando de dor de barriga, e falando que não passa de jeito nenhum e então resolve chamar seu super-herois que com seu poders não conseguem tirar. Em um momento ele chama todos juntos, mas mesmo assim eles não consegue. Então aparece um amigo do está com a dor e conta de um verdadeiro herói, que tem poder para todas as coisas e se estiver debaixo da vontade dele ele pode todas as coisas.

ANEXO 2

UM SUPER HERÓI DE VERDADE – Teatro de fantoches


BABI: Carol! Carol!
CAROL: oi, Babi!
BABI: Vai lá em casa hoje assistir a um filme sobre super-herói.
CAROL: Puxa, Babi! Vou sim, obrigada por me convidar. E qual é o nome do filme que vamos assistir?
BABI: Eu ainda não sei, mas o meu pai vai trazer o melhor.
CAROL: Que bom! Vou falar com a minha mãe, e logo estarei lá! Tchau! Já estou indo lá! (SAEM DE CENA. DEPOIS VOLTAM AS DUAS)
BABI: Você gostou do filme, Carol?
CAROL: Gostei! Foi emocionante!
BABI: Viu aquela cena em que a malvada feiticeira foi presa com sua própria armadilha? E a parte em que o grande herói salvou aquela menininha?
CAROL: É legal! Pena que nada daquilo é verdade.
BAB!: Tudo parece tão real que faz a gente acreditar que é verdade.
CAROL: Eu tenho um super – herói de verdade.
BABI: Ah! Já sei, é o seu pai. Eu também sempre digo que meu pai é um super-herói. Ele é formidável!
CAROL: Eu acho o meu pai superlegal, mas tem um outro que é super. Eu gosto muito dEle.
BABI:E quem é este super de quem você é fã?
CAROL: Eu sou fã de Jesus. Ele é o melhor.
BABI: Eu ainda não o vi na televisão e nem nas revistas.
CAROL: Você precisa conhecê-Io melhor e ler um livro que tem lindas histórias sobre Ele.
BABI: E o que Ele faz assim de tão especial?
CAROL: A história conta que mesmo, sendo rico, se fez pobre para ajudar a humanidade. Ele é o Rei dos reis, Senhor dos senhores e não é de mentira, como os heróis da televisão.
BABI: Eu não sabia que existia um super-herói de verdade.
CAROL: A Ele foi dado poderes e Ele faz milagres e maravilhas. Além disso, sempre ouve e ajuda qualquer pessoa com problemas.
BABI: Puxa! Que legal! Ele livra as pessoas do perigo.
CAROL: Claro, Ele pode tudo! O livro conta que, Certa vez, as pessoas que não gostavam dEle o crucificaram numa cruz. Elas achavam que estava tudo acabado e que não tinha mais jeito. Até riram dEle. Os seus inimigos achavam que ele tinha sido derrotado, e diziam: Ele morreu; está tudo acabado. Só que eles não sabiam de quem Ele era filho e, quando souberam que havia ressuscitado, ficaram maravilhados. Então reconheceram que aquele era o filho do Deus Todo poderoso e que recebera todo o poder no céu e na terra.
BABI: Ele virou assombração?
CAROL: Não, mas Ele está em todo lugar cuidando de nós e nos livrando do mal. Como já lhe disse: foi dado a Ele todo o poder no céu e na terra.
BABI: Até no céu Ele é o Manda – chuva?
CAROL: Sim. Este é o lugar que Ele foi morar. É mais bonito que qualquer castelo encantado. Lá é o verdadeiro paraíso, a cidade da eterna felicidade e tem um valor incalculável.
BABI: Eu queria conhecer esse lugar onde só há alegria e felicidade. Por que eles não fazem filmes para nos mostrar como é?
CAROL: Esse filme só vai ser revelado às pessoas que desejam que Jesus seja o seu super-herói de verdade. Só aqueles que o aceitarem como Salvador terão privilégio de conhecer esse lindo lugar.
BABI: Eu quero que Ele seja meu super herói, para um dia conhecer esse lugar lindo.
CAROL: Vou te emprestar a Bíblia, o meu livrinho de histórias verdadeiras. Você vai ficar apaixonada por Jesus e será sua' fã.
BABI: Que bom a gente saber que tem um super-herói de verdade e que cuida de nós.
CAROL: Ele quer cuidar de todos, mas nem todos sàbem o quanto Ele é o melhor, por isso estão sofrendo com super-heróis de mentira, que não podem ajudá-Ias e nem fazer nada por eles. Seria bom se todos lembrassem que existe um super-herói de verdade que nos guarda e nos livra de todo mal. É só aceitar Jesus como Salvador.
BABI: Agora Jesus é o meu super-herói de verdade, e eu nunca vou querer estar longe dele.
CAROL: Que bom, Babi! Você vai ver como Ele é maravilhoso!
BABI: Muito obrigada pelo convite, tchau Carol!
CAROL: Tchau!

ANEXO 3

O verdadeiro Super-Herói - Teatro de palhaços

(Enquanto o narrador lê a história os personagens vão interpretando-a.)

Personagens
Narrador
Palhaço 1 – Palhaço Pipoca
Palhaço 2 – Palhaço Pompom
Palhaço 3 – Palhaço Fun
Palhaço 4 – Palhaço Pirulito
Palhaço 5 – Palhaço Agitão
Palhaço 6 – Palhaço Alegre


Amanheceu naquele dia cheio de chuva e vento. Era já hora da Pipoca acordar, mas como sempre, ela recusava-se determinantemente a levantar-se da sua cama ... e até tinha alguma razão... o dia não estava nada convidativo!
Ao fim de alguns minutos, Pipoca percebeu que já não havia mais nada a fazer, tinha mesmo que se levantar. Pegou seu super-heroi, o boneco com quem dormia de noite, e foi para a cozinha tomar se alimentar.
Aquele dia era muito importante, pois Pipoca iria encontrar seus amigos palhaços para o 1º Encontro de super heróis de palhaços.
Pipoca Terminou de se alimentar e na hora que olhou para o relógio, já estava super atrasado, foi correndo ao banheiro retocar a maquiagem e saiu voando. Mas olhem ali o que o Pipoca esqueceu bem em cima da mesa do café!!! Seu super herói... Como ele poderia ir para o encontro... Pipoca era muito esquecido...
Demorou a perceber que havia esquecido seu boneco de super herói, mas quando percebeu já estva chegando bem perto... E logo se aproximaram seus outros amigos palhaços. E da cabeça de Pipoca não saia a idéia que não poderia brincar pois esqueceu seu super herói... Enquanto os outros estavam super felizes mostrando seu super heróis, Pipoca tava tristinha.... O que ela poderia fazer. Se voltasse para buscar na hora da volta com certeza já teria acabado a brincadeira...
Estavam lá 4 amigos palhaços de Pipoca a Pompom, a Fun, o Pirulito e o Agitão. Todos muito felizes.
O que haviam trazido seu super herói começaram a brincar, de quem era o melhor super herói com seu bonecos. E a Pipoca começou a se excluir.... E foi ficando sozinha num canto.... Ela não tinha um super herói.
Começou a sair e ficava olhando todos se divertirem... Os quatro nem observaram Pipoca pois estava tão divertido.
Ao mesmo tempo entrou outro Palhaço o Alegre... Ele não ficava muito junto dos outros... Ele era um palhaço muito bondoso, não brigava, xingava... Era como um palhaço sempre muito alegre... Mais a alegria dele era muito diferente não estava em brinquedos, ou diversão. Ele era diferente.
Mas nem todos os outros gostavam dele, pois ele era assim diferente. Mas eles estavam entrando lá onde estavam os outros palhaços que brincavam de super herói, e seu querer trombou com a Pipoca, e ambos caíram. Alegre se levantou primeiro e ajudou Pipoca a se levantar. Eles não tinham costumes de se falar muito. Mas alegre percebeu a tristeza de Pipoca e resolveu falar com ele...
Pipoca explicou toda a situação, e desatou a chorar. Alegre viu e aproveitar a oportunidade pra falar de uma grande verdade. Sobre a alegria de alegre que estava em um verdadeiro herói. Sabem quem era? Jesus. Alegre sabia que Jesus era o único que poderia trazer alegria. Então começou a contar para Pipoca sobre Jesus. Jesus nasceu como um homem, mas ele veio como um propósito na Terra trazer a salvação e sabem como foi isto? Ele morreu na cruz e ressucitou para que todos os nossos pecados fossem perdoados. Que herói demais... Que tem muitos poderes...
E alegre falou a Pipoca hoje sou muito feliz não por causa de um super herói de brinquedo mas por causa do verdadeiro heói, Jesus Cristo. E ele também pode lhe trazer alegria. Pipoca também queria ter está verdadeira alegria e falou que gostaria de ter Jesus com você. Alegre falou que era só pedir para ele morar em seu coração e foi que os dois fizeram. Orar e pediram que o verdadeiro herói morasse no coração de Pipoca. Pipoca agora não estava mais triste. Jesus Cristo o verdadeiro herói estava com ele. Os dois saíram juntos correndo e foram contar aos outros palhaços...







Músicas


1. Jesus é meu super-herói (Hillsong Kids)

Jesus é meu super herói, minha estrela, meu amigo.



2. Jesus é meu herói (Fruto do espírito)

Jesus é meu super herói que me conduz em vitórias
Vive em meu coração e não apenas em uma história
Jesus é o meu campeão
Que me ajuda a vencer o mal
Ele pra mim é um amigão
Jesus é genial
Jesus é tri-legal


3. Eu vou cantar bem alto

Eu vou cantar bem alto
Jesus é meu amigo, e o que ele me ensinou, eu vou obedecer, para poder crescer.


4. Doce nome

Só de ouvir tua voz
De sentir teu amor
Só de pronunciar o Teu nome
Os meus medos se vão
Minha dor, meu sofrer
Pois de paz tu inundas meu ser.

Jesus, que doce nome. Que transforma em alegria o meu triste coração.
Jesus só o Teu nome, é capaz de dar ao homem salvação.




5. Faça o melhor

Faço o melhor, faço o melhor, faço o melhor pra Deus.
Cante, cante, cante ao Senhor pra sempre.
Pule, pule, pule ao Senhor pra sempre.
Eu amo, eu amo, eu amo meu Senhor pra sempre.

Cante, cante, cante ao Senhor pra sempre
Cante, cante, cante ao Senhor e faço o meu melhor
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus

Aplauda, aplauda, aplauda ao Senhor pra sempre
Aplauda, aplauda, aplauda ao Senhor e faço o meu melhor
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus

Pule, pule, pule ao Senhor pra sempre
Pule, pule, pule ao Senhor pra sempre
Pule, pule, pule ao Senhor e faço o meu melhor
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus

Eu te amo, eu te amo, eu te amo meu Jesus pra sempre
Eu te amo, eu te amo, eu te amo meu Jesus pra sempre
Eu te amo, eu te amo, eu te amo meu Senhor e faço o meu melhor
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus
Faço o melhor, faço o melhor, ô, ô, ô
Faço o melhor pra Deus


6. Jesus é o amigo melhor (DT)

Jesus é o amigo melhor,
Jesus é o amigo melhor,
Ninguém me ama tanto assim
Ele se entregou por mim

Não existe amor maior
Não existe melhor amigo
Ele realmente se importa comigo
Jesus é o amigo melhor

Eu poderia procurar pra sempre
Sei que não iria encontrar
Um amigo igual ao meu Senhor
Ele nunca vai falhar

Jesus é o amigo melhor,
Jesus é o amigo melhor,
Ninguém me ama tanto assim
Ele se entregou por mim

Jesus é o amigo melhor,
Jesus é o amigo, Jesus é o amigo
Jesus é o amigo melhor


7. Poderoso, Maravilhoso

Poderoso, maravilhoso é Deus,
o Senhor digno é de louvor!
Amoroso e lindo é o meu Deus,
o Senhor digno é de amor!
Enquanto eu louvo ao Senhor,
meu coração se alegra!
E quanto mais eu louvo a Deus,
aumenta o meu amor!
Poderoso, maravilhoso é,
o Senhor digno é de louvor!
Amoroso e lindo é o meu Deus,
o Senhor digno é de amor!


8. Quando eu venho andando

Quando eu venho andando para a classe aqui
Venho alegre, venho alegre
Porque foi aqui onde aprendi
Que Jesus já me salvou
Do pecado sim, resgatou-me a mim
E a vocês também
O bom Deus quer bem
Quando eu venho andando para a classe aqui
Venho alegre e mui feliz
Bato: Tá! Tá! Tá!
Rio: Quá! Quá! Quá!
E viro-me pra cá
Quando venho andando para a classe aqui
Eu me alegro e sou feliz
E vocês também, vocês também
Ouvindo o que Deus diz
Hão de vir andando para a classe aqui
Sendo cada qual feliz!


9. Prefiro ter Jesus

Prefiro ter Jesus que as coisas deste mundo.
Pois sei que ele vale muito mais.
Mais que prata, mais que ouro, mais que games, carros, futebol.
Mais que brinquedos, mais que desenhos, muito mais que o mundo possa oferecer.
Só quem provou de Jesus sabe o que é ser amado. E ninguém neste mundo, morreria por mim, pra pagar meus pecados.


10. Sansão, pelos poderes de Deus


enviado por Gabriel Bratfich Penteado (gabrape@hotmail.com)

sexta-feira, 26 de março de 2010

LIVRO CIRANDA DE FESTAS



A União Feminina Missionária Batista Brasileira, edita um livrinho muito fofo chamado CIRANDA DE FESTAS.

Trazem a programação de 12 festas - portanto, festas para um ano inteiro, se vc fizer uma festa por mês.
Tem até modelo de convitinho!

Vejam as festas:
. Volta ao Mundo em 90 Minutos
. Nosso Amigos da EBD
. Festa do Avental
. Um Passeio na Floresta
. Festa do Cajado
. Festa das Compras
. Festa do Sapato
. Um Giro pelo Brasil
. Festa da Pipoca
. Festa das Vocações
. Amigos da Música
. Festa dos Presentes de Natal


DICA DE SANDRAMAC
http://sandramac2007.multiply.com/journal/item/65

FAÇA UMA VISITINHA

LEMBRANCINHAS PARA PASCOA


JESUS É A MINHA PÁSCOA

ovelhinha para a páscoa



O Incrível Caráter de Eliseu


"Veio, pois, Naamã com os seus cavalos e com o seu carro e parou à porta da casa de Eliseu. Então, Eliseu lhe mandou um mensageiro, dizendo: Vai, e lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne te tornará, e ficarás purificado". 2 Reis 5.9-10


Esta passagem é uma das mais conhecidas e mais pregadas no meio do povo evangélico. Também tema das inúmeras "campanhas" nas igrejas pentecostais. E, justamente por isso, nos concentramos tanto no fator "cura divina" operada neste siro, que deixamos de observar detalhes importantes que nos trazem grandes lições. Uma destas lições é o caráter exemplar de Eliseu, que nunca se deixou influenciar por pessoas de posição social relevante. Naamã era o comandante do exército do rei da Síria. Um homem importante, pois por meio dele o Senhor deu vitória a Síria. Era um herói de guerra. Algum outro profeta talvez estivesse preocupado com todo o aparato para receber este homem, que a própria bíblia diz ser homem "valoroso" (2 Reis 5:1) Mas Eliseu, sem se preocupar com quem era ou deixava de ser, apenas "enviou um mensageiro", como relata o versículo acima, para dar o recado a Naamã. Se ele fosse lá mergulhar, amém. Se não fosse, azar o dele!!!
Vemos a mesma atitude simples de Eliseu quando ele não mostra nenhum tipo de bajulação a mulher sunamita, que era uma mulher grave (significa rica) que o via passar por ela.


"E ela disse ao seu marido: Eis que tenho observado que este que passa sempre por nós é um santo homem de Deus". 2 Reis 4.9


Não era a primeira vez que Eliseu passava perto desta mulher e seu marido. Ele já estava na observação da sunamita. "...que passa sempre por nós..." Eliseu não adiantou nenhum tipo de "puxa-saquismo" pelo motivo dela ser rica. Não ficava arreganhando a cara como se ali estivesse algum motivo mais importante para isso do que no mais pobre. Eliseu não estava nem aí se ela fosse rica, milionária, bilionária, dona-do-mundo, mas "passava" por ela e seu esposo, com sua vida dedicada a Deus, saudando normalmente a todos, e isso despertou a atenção da mulher sunamita na vida sem interesses da parte do profeta.
Alguns, nos dias de hoje, vêem um homem incrédulo, sem Deus, mentiroso, leproso espiritualmente, coloca em cima do púlpito, e ainda coloca a igreja de pé para recebê-lo. Meus irmãos, Nicodemos era um dos principais dos judeus, e de noite foi ter com Jesus, e adiantou uma gracinha, um elogio pra fazer uma média: "Sabemos que és mestre vindo da parte de Deus". Jesus cortou o barato dele e respondeu:


"Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus". João 3


Para ele, um dos principais, de posição entre os judeus, não seria uma vergonha?!


"Nicodemos respondeu e disse-lhe: Como pode ser isso? Jesus respondeu e disse-lhe: Tu és mestre de Israel e não sabes isso?" João 3:9,10


Eliseu já tinha este caráter.
Quantos profetas nos dias de hoje, ouvem um elogio, e se derretem as palavras macias da hipocrisia. Basta dizer: "-O irmão fulano é um homem de Deus". Pronto. Acabou o profeta! Ainda que ele tenha algo de exortação, correção, advertência, para esta pessoa, o fará bem em particular, com muito cuidado. O que ele não faria com outro. Eliseu não era covarde, como alguns, que se acham corajosos e ousados com uns, mas que diante dos mais ricos, dos que tem um certo poder, fingem não ver o erro, fazem vista grossa.
Não estou dizendo que não se deve respeitar a autoridade. Não é isso que prego. Respeite as autoridades, pois é bíblico:


"Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que há foram ordenadas por Deus. Por isso, quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação". (Romanos 13:1,2)


O que deve se refletir é sobre a posição social ou financeira de algum irmão estar acima da obra de Deus, de comprar a autoridade espiritual do profeta, fazer temer o que serve a Deus de entregar uma exortação. De se ter coragem e autoridade para humilhar o mais pobre, e diante da mesma situação com o mais rico usar parâmetros diferentes. Deus não faz acepção de pessoas. O cristão, o profeta, o líder, não pode ter duas caras, duas atitudes, usar de dois pesos e duas medidas.


"Porque, se no vosso ajuntamento entrar algum homem com anel de ouro no dedo, com vestes preciosas, e entrar também algum pobre com sórdida vestimenta, e atentardes para o que traz a veste preciosa e lhe disserdes: Assenta-te tu aqui, num lugar de honra, e disserdes ao pobre: Tu, fica aí em pé ou assenta-te abaixo do meu estrado, porventura não fizestes distinção dentro de vós mesmos e não vos fizestes juízes de maus pensamentos? ...Mas vós desonrastes o pobre. Porventura, não vos oprimem os ricos e não vos arrastam aos tribunais? (Tiago 2:2-4,6)



Autor: Pr Edson Campos

A PARABOLA DO SEMEADOR

"Ouvi, pois, vós a parábola do semeador. A todo o que ouve a palavra do reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração; este é o que foi semeado à beira do caminho. E o que foi semeado nos lugares pedregosos, este é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria; mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e sobrevindo a angústia e a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. E o que foi semeado entre os espinhos, este é o que ouve a palavra; mas os cuidados deste mundo e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e ela fica infrutífera. Mas o que foi semeado em boa terra, este é o que ouve a palavra, e a entende; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta." (Mt. 13:18-23)

Se você examinar com calma e prestar bem atenção no ensino desta parábola, você vai perceber o quanto é profundo o que Jesus ensinou. Vale pra toda vida, e principalmente para nossas vidas hoje. Seu coração é o terreno, a semente é a palavra, o semeador pode ser qualquer um que pregue a palavra.

Esta parábola nos mostra quatro tipos de terrenos e como é a reação de cada um quando a palavra toca seu solo (coração).

1.Beira do caminho - Há uma guerra acontecendo no reino espiritual ao pregar o evangelho a alguém. Neste contexto, satanás rouba a palavra que é semeada, no mesmo instante em que está sendo semeada.

2.Terreno pedregoso - Recebe a palavra com muita empolgação, mas não se aprofunda em Deus, não se compromete sinceramente, quando vem a dificuldade, a pressão, desisti. Às vezes parece que vai romper. Parece que vai avançar, mas fica só na aparência. Bem, se não tem raiz não vai adiante.

3.Terreno espinhoso - Até permanece por um tempo, porém, o amor pelas coisas do mundo ainda permanecem no coração. Há 5 áreas super perigosas na vida de um cristão. São as seguintes:

a)Sexo - prostituição, pornografia, sensualidades, etc...

b)Vícios - álcool, droga, jogo, etc...

c)Dinheiro - amor ao dinheiro, luxúria, trabalho excessivo por mais dinheiro, dívidas, etc...

d)Orgulho - soberba, arrogância, altivez de coração, prepotência, etc...

e)Religiosidade - práticas espirituais (oração, jejum, comunhão, louvor, leitura da palavra) sem vida, legalismo, hipocrisia espiritual, etc... Estas coisas sufocam a palavra, e ela não produz frutos, pois o coração está dividido com as coisas do mundo.

4.Boa terra - Este é o que recebe a palavra de bom e grato coração. Neste terreno há profundidade, inteireza de coração, perseverança, genuíno arrependimento e sinceridade. Mas acima de tudo, um ardente desejo de ser um Vencedor diante de Deus e dos homens, alguém que faz diferença, que produz frutos.

Minha sincera oração é para que o Espírito de Deus nos mostre que tipo de coração temos tido diante de DEle. Traga arrependimento sincero, e mais, que Ele nos conceda sermos vencedores em um mundo de derrotados.

Que Deus abençoe sua vida.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

ARMADURA DE DEUS








texto base: Efésios cap.6, vers. 11 a 18
Era uma vez um menino chamado Paulinho, ele tinha 10 anos. E era um menino muito esperto e curioso.
Paulinho era aluno da EBD de sua igreja e não perdia nenhum culto.
Ele gostava muito de estudar as grandes historias da bíblia. E tinha alguns personagens que ele gostava muito como Davi, Sansão, Gideão entre outros.
Certa vez ele estava na escola junto com seu amigo Gustavo, eles brincavam e conversavam quando chegou perto deles um menino mais velho que eles, e que tinha fama de brigão, na escola.
As outras crianças chamavam esse menino de Caco.
Caco se aproximou de Paulinho e Gustavo e começou a insulta-los. Ele queria arrumar briga com eles.
Gustavo ficou com muito medo, mais revidava as provocações de Caco, e isso deixava Caco mais ainda nervoso.
Paulinho tentava acalmar seu amigo Gustavo, dizendo que brigar não ia adiantar nada. E também pedia ao Caco que fosse embora porque eles não iam brigar com ele. Quase que Gustavo e Caco brigam de verdade, quando chegou a diretora e colocou ordem naquela situação.
Na hora de ir embora para casa, Gustavo e Paulinho foram conversando sobre o que havia acontecido.
Gustavo queria saber como é que Paulinho ficou tão calmo naquela situação, com aquele menino tão brigão.
Foi então que Paulinho começou a contar para Gustavo sobre as historias da bíblia.
E Paulinho contou sobre a armadura de Deus.
- Sabe Gustavo eu fiquei calmo porque estou revestido com a armadura de Deus.

- Armadura de Deus? perguntou Gustavo.
Então Paulinho começou a lhe explicar:
- É Gustavo, nós quando temos Jesus no nosso coração, não ficamos com medo a toa não, a bíblia, no livro de efésios, nos ensina que podemos nos revestir com a armadura de Deus. E estaremos prontos para enfrentar todas as situações difíceis que aparecerem.
- E como é essa armadura? perguntou Gustavo
- Ah! ela é muito especial, ela é invisível, só sabemos que estamos com ela quando confiamos em Deus. E ela é completinha tem cinturão, tem couraça, tem sapato próprio, tem escudo, tem escudo, tem capacete e até espada.

Gustavo ficou encantado com tudo que ouvia e ia pelo caminho perguntando muitas coisas sobre a armadura e Paulinho muito feliz ia explicando tudo pra seu amigo.
Então Gustavo ficou tão entusiasmado que perguntou:
- Nossa Paulinho, que da hora essa armadura, cara. Eu também quero vestir, como eu faço?
Paulinho respondeu:
- Que legal Gustavo, então faz assim, domingo eu te pego na sua casa pra te levar no culto, e ai se você quiser aceitar Jesus no seu coração, você vai poder orar e dizer a Deus que você também quer ser revestido com a Armadura De Deus.
Gustavo muito feliz respondeu:
- Demais!!! Agora quero ver aquele Caco vir me provocar.
- É isso ai !! disse Paulinho.
E os dois amigos continuaram seu caminho rindo muito.



RETIRADO DO BLOG CORACAO CRIANÇA DE TIA Ana Cristina
Taubaté, SP, Brazil

PASSE LA
http://sercomocrianca.blogspot.com/