sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

AS DUAS ESCOLAS


AS DUAS ESCOLAS


- Osmary Cardoso Pereira
Preparação:
- Use flanelógrafo
- prepare em cartolina ou papel cartão o desenho da escola "escola triste" e da "escola alegre"
- prepare também em cartolina flores pintadas com guache;
- cole flanela ou lixa atrás para que as figuras possam aderir ao flanelógrafo.

Dramatização:
Dirigente:
Porque hoje é o Dia da Escola Dominical, vamos contar-lhes a história da experiência de uma Escola Dominical.
( Enquanto as crianças fazem a leitura, o dirigente coloca no quadro a figura da Escola Triste)

Leitura (por cinco crianças)
1ª - Era uma vez uma Escola Dominical muito triste.
1ª, 2ª, 3ª, - Muiiiiiiiito triste mesmo!
1ª - Rosto comprido...
2ª - Olhos baixos...
3 ª- Sem sorriso...
Todas: Por que seria?
4ª - Havia muitas razões.
5ª - Começava pelo horário. Ela nunca começava nem terminava na hora certa.
1ª - Os professores não se preparavam para ensinar a lição.
2ª - Os alunos chegavam atrasados.
3ª - Não traziam ofertas. Perdiam as revistas.
4ª - Das Bíblias? Ninguém se lembrava.
Todas: POBRE ESCOLINHA TRISTE!!!
3ª - E para cantar?
1ª - desafinados...
5ª - desanimados...
2ª - E na hora da oração?
4ª - Crianças conversando... Gente saindo e entrando...
Todas: POBRE ESCOLINHA TRISTE!!!
5ª - Quando aparecia um visitante...
1ª - ninguém lhe cumprimentava,
2ª - não lhe indicavam um lugar, nem lhe ofereciam uma revista.
3ª - E o visitante nunca mais aparecia.
Todas: POBRE ESCOLINHA TRISTE!!!
(intervalo, com música pesada e triste)

Dirigente:
Mas o tempo passou, e um dia...
(trocar no quadro a figura da "Escola Triste" pela "Escola Alegre")
Dirigente:
Um dia, que alegria!!! Tudo mudou. A Escola Triste, alegre ficou... Mas, o que foi? O que aconteceu? Foi um milagre?
(outras 5 crianças vão chegando e colocam flores ao redor da Escola Alegre, dizendo o que significam:)
1ª - A Escola agora começa e termina suas atividades na hora.
2ª - Os professores não faltam e se preparam para ensinar.
3ª - Os alunos são assíduos e pontuais.
DIRIGENTE
Mas o tempo passou, e um dia...(trocar no quadro a figura da "Escola Triste" pela "Escola Alegre")Dirigente: Um dia, que alegria!!! Tudo mudou. A Escola Triste, alegre ficou... Mas, o que foi? O que aconteceu? Foi um milagre? (outras 5 crianças vão chegando e colocam flores ao redor da Escola Alegre, dizendo o que significam:)1ª - A Escola agora começa e termina suas atividades na hora.2ª - Os professores não faltam e se preparam para ensinar.3ª - Os alunos são assíduos e pontuais.4ª - Todos prestam atenção na hora da lição.5ª - Cantam com alegria. Há silêncio na hora da oração.3ª - Trazem flores. Dão ofertas.1ª - Os visitantes são recebidos com alegria. Dirigente:E nunca mais aquela Escola ficou triste. É agora uma Escola viva, que cumpre a sua missão. Todos: ( Cantam com a música do hino "Avante, Avante ó crentes":) "Agora aquela Igreja, cumpre a sua missão,Ensina a todo mundo viver como cristão.Seguindo o exemplo do melhor Professor,Ensina a todo mundo a praticar o amor."
Duas crianças falam:
1ª - E a nossa Escola, como é que é?Desanimada? Ou forte, de pé?
2ª - Vamos todos prometer, nesta data especial,Amar e tudo fazer pela nossa Escola Dominical.

5 comentários:

Josi disse...

Nossaaaa!
Que história edificante!
Excelente para encenar para que toda a igreja possa entender o verdadeiro sentido da EBD!
Parabéns!
Com certeza vou utilizá-la em minha Igreja!
Deus abençoe!
Josilene

coisa de criança n° 2 disse...

AMEM JOSI
VAI SER UM SUCESSO COM CERTEZA

wagner disse...

Deus te abençoe!!!
Vc tem mostrado que devemos amar uns aos outros como Deus nos amou.
Parabens.

Luciana disse...

Adorei essa história. Ela vai me axiliar na EBD.

Abraços,
Luciana

Anônimo disse...

A PAZ MANA AMEI TD Q EU LI.POIS SOU PROFESSORAS DAS CRIANÇAS .E APRENDI MUITO COM SEU