quinta-feira, 18 de outubro de 2007

festa junina


As Maldições das Festas Juninas
Pr. João Flávio & Presb. Paulo Cristiano
Introdução



Depois do Carnaval, o evento mais esperado do calendário brasileiro são as festas juninas, que animam todo o mês de junho com muita música caipira, quadrilhas, comidas e bebidas típicas em homenagem a três santos católicos: Santo Antônio, São João e São Pedro.
Naturalmente as festas juninas fazem parte das manifestações populares mais praticadas no Brasil.
Seria as festas juninas folclore ou religião? Até onde podemos distinguir entre ambos? Neste estudo não pretendemos atacar a religião católica, já que todos podem professar a religião que bem desejarem, o que também é um direito constitucional. mas tão somente confrontar tais práticas com o que diz a Bíblia.
Herança Portuguesa
A palavra folclore é formada dos termos ingleses folk (gente) e lore (sabedoria popular ou tradição) e significa “o conjunto das tradições, conhecimentos ou crenças populares expressas em provérbios, contos ou canções; ou estudo e conhecimento das tradições de um povo, expressas em suas lendas, crenças, canções e costumes”.
Como é do conhecimento geral, fomos descobertos pelos portugueses, povo de crença reconhecidamente católica. Suas tradições religiosas foram por nós herdadas e facilmente se incorporaram em nossas terras, conservando seu aspecto folclórico. Sob essa base é que instituições educacionais promovem, em nome do ensino, as festividades juninas, expressão que carrega consigo muito mais do que uma simples relação entre a festa e o mês de sua realização.
Entretanto, convém salientar a coerente distancia existente as finalidades educacionais e as religiosas.
É bom lembrar também que nessa época as escolas, "em nome da cultura", incentivam tais festas por meio de trabalhos escolares, etc. A criança que não tem como se defender aceita, pois se sente na obrigação de respeitar a professora que lhe impõe estes trabalhos (sobre festa Junina), e em alguns casos é até mesmo ameaçada com notas baixas, por que a professora, na maioria das vezes, é devota de algum santo, simpatizante ou praticante da religião Católica, que é a maior divulgadora desta festa. Neste momento quando se mistura folclore e religião, a criança -inocente por natureza - rapidamente se envolve com as músicas, brincadeiras, comidas e doces. Aliás, não existiria esta festa não fosse a religião. Inclusive existe a competição entre clubes, famílias ou grupos para realizarem a maior ou a melhor festa junina da rua, do bairro, da fazenda, sítio, etc.
Além disso, não podemos nos esquecer de que o teor de tais festas oscila de região para região do país, especialmente no norte e no nordeste, onde o misticismo católico é mais acentuado.
As mais tradicionais festas juninas do Brasil acontecem em Campina Grande (Paraíba) e Caruaru (Pernambuco).
O espaço onde se reúnem todos os festejos do período são chamado de arraial. Geralmente é decorado com bandeirinhas de papel colorido, balões e palha de coqueiro. Nos arraias acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos caipiras.
Uma Suposta Origem das Festividades
Para as crianças católicas, a explicação para tais festividades é tirada da Bíblia com acréscimos mitológicos. Os católicos descrevem o seguinte:
“Nossa Senhora e Santa Isabel eram muito amigas. Por esse motivo, costumavam visitar-se com freqüência, afinal de contas amigos de verdade costumam conversar bastante. Um dia, Santa Isabel foi à casa de Nossa Senhora para contar uma novidade: estava esperando um bebê ao qual daria o nome de João Batista. Ela estava muito feliz por isso! Mas naquele tempo, sem muitas opções de comunicação, Nossa Senhora queria saber de que forma seria informada sobre o nascimento do pequeno João Batista. Não havia correio, telefone, muito menos Internet. Assim, Santa Isabel combinou que acenderia uma fogueira bem grande que pudesse ser vista à distância. Combinou com Nossa Senhora que mandaria erguer um grande mastro com uma boneca sobre ele. O tempo passou e, do jeitinho que combinaram, Santa Isabel fez. Lá de longe Nossa Senhora avistou o sinal de fumaça, logo depois viu a fogueira. Ela sorriu e compreendeu a mensagem. Foi visitar a amiga e a encontrou com um belo bebê nos braços, era dia 24 de junho. Começou, então, a ser festejado São João com mastro, fogueira e outras coisas bonitas, como foguetes, danças e muito mais!”.
Como podemos ver, a forma como é descrita a origem das festas juninas é extremamente pueril, justamente para que alcance as crianças.
As comemorações do dia de São João Batista, realizadas em 24 de junho, deram origem ao ciclo festivo conhecido como festas juninas. Cada dia do ano é dedicado a um dos santos canonizados pela Igreja Católica. Como o número de santos é maior do que o número de dias do ano, criou-se então o dia de “Todos os Santos”, comemorado em 1 de novembro. Mas alguns santos são mais reverenciados do que outros. Assim, no mês de junho são celebrados, ao lado de São João Batista, dois outros santos: Santo Antônio, cujas festividades acontecem no dia 13, e São Pedro, no dia 28.
Plágio do Paganismo
Na Europa antiga, bem antes do descobrimento do Brasil, já aconteciam festas populares durante o solstício de verão (ápice da estação), as quais marcavam o início da colheita. Dos dias 21 a 24, diversos povos , como celtas, bascos, egípcios e sumérios, faziam rituais de invocação da fertilidade para estimular o crescimento da vegetação, prover a fartura nas colheitas e trazer chuvas. Nelas, ofereciam-se comidas, bebidas e animais aos vários deuses em que o povo acreditava. As pessoas dançavam e faziam fogueiras para espantar os maus espíritos. Por exemplo: as cerimônias realizadas em Cumberland, na Escócia e na Irlanda, na véspera de São João, consistiam em oferecer bolos ao sol, e algumas vezes em passar crianças pela fumaça de fogueiras.
As origens dessa comemoração também remontam à Antigüidade, quando se prestava culto à deusa Juno da mitologia romana. Os festejos em homenagem a essa deusa eram denominados “junônias”. Daí temos uma das procedências do atual nome “festas juninas”.
Tais celebrações coincidiam com as festas em que a Igreja Católica comemorava a data do nascimento de São João, um anunciado da vinda de Cristo. O catolicismo não conseguiu impedir sua realização. Por isso, as comemorações não foram extintas e, sim, adaptadas para o calendário cristão. Como o catolicismo ganhava cada vez mais adeptos, nesses festejos acabou se homenageando também São João. É por isso que no inicio as festas eram chamadas de Joaninas e os primeiros países a comemorá-las foram França, Itália, Espanha e Portugal.
Os jesuítas portugueses trouxeram os festejos joaninos para o Brasil. As festas de Santo Antonio e de São Pedro só começaram a ser comemoradas mais tarde, mas como também aconteciam em junho passaram a ser chamadas de festas juninas. O curioso é que antes da chegada dos colonizadores, os índios realizavam festejos relacionados à agricultura no mesmo período. Os rituais tinham canto, dança e comida. Deve-se lembrar que a religião dos índios era o animismo politeísta (adoravam vários elementos da natureza como deuses).
As primeiras referências às festas de São João no Brasil datam de 1603 e foram registradas pelo frade Vicente do Salvador, que se referiu aos nativos que aqui estavam da seguinte forma: “os índios acudiam a todos os festejos dos portugueses com muita vontade, porque são muito amigos de novidade, como no dia de São João Batista, por causa das fogueiras e capelas”.
Sincretismo Religioso
Religiões de várias regiões do Brasil, principalmente na Bahia, aproveitam-se desse período de festas juninas para manifestar sua fé junto com as comemorações católica. O Candomblé, por exemplo, ao homenagear os orixás de sua linha, mistura suas práticas com o ritual católico. Assim, durante o mês de junho, as festas romanas ganham um cunho profano com muito samba de roda e barracas padronizadas que servem bebidas e comidas variadas. Paralelamente as bandas de axé musica se espalham pelas ruas das cidades baianas durante os festejos juninos.
Um fator fundamental na formação do sincretismo é que, de acordo com as tradições africanas, divindades conhecidas como orixás governavam determinadas partes do mundo. No catolicismo popular, os santos também tinham esse poder. “Iansã protege contra raios e relâmpagos e Santa Bárbara protege contra raios e tempestades”. Como as duas trabalham com raios, houve o cruzamento. Cultuados nas duas mais populares religiões afro-brasileiros – a umbanda e o candomblé – cada orixá corresponde a um santo católico. Ocorrem variações regionais. Um exemplo é Oxossi, que é sincretizado na Bahia com São Jorge mas no Rio de Janeiro representa São Sebastião. Lá, devido ao candomblé, o Santo Antônio das festas juninas é confundido com Ogum, santo guerreiro da cultura afro-brasileira.


material fornecido por ADI MACEDO( MINHA AMIGA VIRTUAL)

43 comentários:

Evanildo Telles disse...

Mesmo conhecendo a Palavra de Deus e não concordando com as Festas Juninas, eu sempre tive curiosidade pra saber qual a sua origem e esta matéria me ajudou bastante. Vou aproveitar pra passar para os meus alunos (adolescentes)da EBD.

Anônimo disse...

Voces deveriam respeitar mais!!!!! e se informar mais também.

Anônimo disse...

Como você diz no inicio do texto que não vai atacar a igreja católica pois todos com base na constituição têm direito de escolher a religião que quer e passa o tempo inteiro mentindo e inventando histórias contra a igreja fundada por
CRISTO que é a igreja católica .Sinceramente na minha opinião não é assim que se evangeliza e ensina o amor de DEUS por nós e por aqueles que não conhecem a JESUS.

Anônimo disse...

Como você diz no inicio do texto que não vai atacar a igreja católica pois todos com base na constituição têm direito de escolher a religião que quer e passa o tempo inteiro mentindo e inventando histórias contra a igreja fundada por CRISTO que é a igreja católica.sinceramente não é assim que se e se ensina o amor de DEUS por nós e se evangeliza quem não conhece a JESUS

Ana Paula disse...

Boa tarde, Sou catolica e acredito que vc distorceu algumas coisas , por exemplo que eIsabel visitou Nossa Senhora, pegue sua biblia e leia o Evangelho de São lucas e veras que quem visitou foi Nossa Senhora quando o anjo Gabriel apos o anuncio de que ela seria a Mãe de Jesus, isabel também concebera um filho apos isso nossa senhora foi as pressas ao encontro de Isabel. Como disse o proprio Jesus a PEdro: Tu es Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, essa igreja vem ate hj Catolica apostolica Roamana. Acho que antes de vc comparar as festas dos santos com candomble ou até mesmo Heresias vc poderia ler mais ou melhor estudar mais a fundo sobre a igreja catolica everas que esse seu comentario´sim é uma heresia. Ao inves de criticar tanto a igreja catolica ore e peça mais a unção do Espirito Santo.
Deus o abençõe.

Anônimo disse...

Antigamente nao era usado o nome festa junina e sim festa da roca, caipira ou algo do genero. O pessoal se reunia para festejar colheita, enfim, para estarem juntos e festejarem, uniao. Com o passar do tempo a igreja catolica incluiu os santos, Joao, Antonio. Cada igreja adaptou ao seu modo,cada uma idolatrando seu idolo. Isso nao quer dizer que os evangelicos nao possam festejar tambem! Qual o problema de preparem uma festa do campo para estarem em uniao com os irmaos, todos a carater, nosso povo do campo sao simples e felizes, mesmo com suas roupas caipiras. Sao simples e acolhedores. Nao vejo mal algum fazer uma festa, com comida tipica e com musicas com letras evangelicas, que possamos cantar e festar em grupo. Melhor estar em comunhao com os irmaos, cantando e dancando com brincadeiras sadias do que estar em ambientes pesados, cigarros, bebidas, musicas que se prestarmos atencao nao letra da vontade de chorar de tanta sujeira.

Anônimo disse...

sou evangelica e tambem acho que nao tem nada a ver fazer festas tipo caipira com comida tipica, musica evangelica e festar entre os irmaos com musica e danca. se a festa junina eles dedicam aos santos, nossas festas dedicamos ao nosso Senhor Jesus Cristo. alegria e paz pra todos.

Fabíola disse...

Desculpe, mas penso que você misturou tudo. Não digo que os pagãos não faziam festas nessa época do ano, mas os costumes da Igreja são totalmente diferentes. E muitos brasileiros se dizem católicos, mas o são somente no IBGE e não vivem e comungam da doutrina de Cristo e da Igreja Católica. Nunca vi um sacerdote ou bispo ou cardeal, muito menos um papa ou documento da Igreja incentivando festas juninas, ainda mais do jeito que você fala. As festividades juninas são festas populares, do povo em geral, de um povo que mistura misticismo pagão e de outras religiões e criam um mundo só seu, no qual não participa a Igreja Católica. O povo pode ter incorporado elementos católicos em seu folclore, mas a Igreja não incorporou nada a sua essência e continua infálivel.
O mais penoso de tudo é que você escreve essas coisas e muitos evangélicos acreditam e passam como formação para outras pessoas, só que você nem sabe o que tá escrevendo. Você está informando mal pessoas de boa fé. Pessoas como você usam a sede de conhecimento dos evangélicos para plantar mentiras e ódio contra católicos e contra a Igreja. Você deveria se envergonhar de tudo isso.
Se quiser formação e quiser saber realmente o que a IGREJA (e não um povo infiel que se diz católico)pensa, procure os seus documentos, códigos de direito canonico, decretos e enciclicas papais. Porque tudo que você falou aqui é muito vago e sem referencias bibliograficas.
Abraços
Que o Senhor te abençoe e o Espirito Santo derrame sobre você o discernimento e o amor.
PAz e bem

Fátima disse...

É incrível como a ingnorância de certas pessoas a respeito da palavra de Deus pode chegar tão longe! É notório, que este senhor nunca leu a Biblia, pois se o tivesse feito não diria tantos disparates. Então o aconselho a estudar, lendo a palavra, os documentos oficiais da Igreja Católica, que fundada pelo apóstolo e seguidor de Jesus, Pedro, que guarda até hoje as tradições e nada cria, só então depois se manifestar, pois quando se fala sem conhecimento de causa, comete estes disparates. Para seu conhecimento: Maria e Isabel eram primas e tudo isso que foi falado sobre elas e João, não se encontra na Bíblia, a não ser que vocês tenham escrito uma nova. Então ESTUDEM E SEJAM VERDADEIROS, POIS ISTO NOS SERÁ COBRADO!
Que Deus os abençoe e tire a trava de seus olhos!

Anônimo disse...

olha, sinceramente fico abismada com tanta ignorancia.
Deus fez tudo para que todo ser o adorasse, porem vem o diabo e converte as coisas, por exemplo, musicas do mundo, e por ai vai. Agora uma pessoa que tem seus olhos firmados em Deus sabe tao bem q essa data é para cultuar os encostos, pq o unico santo pra mim é Jesus. e tem mais, é tudo a mesma coisa, candomblé, espiritismo, catolicismo, etc...
agoira vem alguem ai dizendo, ai foi Jesus q edificou essa igreja, preste atenaçao aki o seus cegos, Jesus nao deixou nem um santo a nao ser ele pra vcs adorarem nao seus idrolatras, quem precisa de visao espiritual sao vcs, a pessoa q escreveu a verdadeira explicaçao esta mais que certa abrir os olhos de alguns falsos cristaos, ou melhor dizendo; Lobos escondidos atraz de biblias.
Que Deus possa limpar o coraçao de vcs e abrir os seus olhos espirituais para que possam ter sabedoria suficiente que isso nao agrada ao coraçao de Deus.
Amem

lenielia disse...

Eu louvo a Deus porque ele abriu os meus olhos e me resgatou do pecado que é viver sob a visão da igreja ctólica, pois como diz a palavra"o deus deste século cegou o entendimento de muitos". É evidente que não é fácil ser liberto, nota-se pela posição de nossos irmão católicos que lutam por defender essa doutrina que de Deus não tem nada, mas, continuo orando pela libertação de todos eles, pois como também diz a bíblia:conhecereis a palavra e ela vos libertará. Você , amado irmão católico, ore e procure ler mais a bíbli para que também sua vida seja redimida. Vá lá em êxodo 20 e leia os mandamentos dos Senhor.Abra seu entendimento em nome de Jesus. Deus os abençoe!!!

Anônimo disse...

Que o Nosso Senhor Jesus Cristo continue abençoando a todos que contribuem para apropagação do reino.

Jussara

Anônimo disse...

Me desculpe mas enão entendo como vocês que pregam tanto o evangelho tem a capacidade de julgar fazer comentários totalmente discriminatórios contra os católicos. Vocês são os que mais pregam o amor de Deus e no entanto têm atitudes mesquinhas como essas. è difícil entender que amor a Deus é esse. Acho que deveriam ter um pouco mais de respeito. Acredito que ninguém é obgigado a gostar dos costumes do outro, mas todos tem a obrigação de respeitar as diferenças. Deus ama a todos

Anônimo disse...

quanto egoismo de algumas pessoas.parece que nem conhece á Deus!falta de conversão ,exercito de desconvertidos,DEUS é amooooooooooooooooooooooooooooor

Glaúcia-lopes disse...

na realidade as pessoas que aqui fizerao seus comentario alem de desconhecerem a verdade não o aceita que tudo isto não passa de mera idolatria se nao se converterem vão pagar caro por nao acreditarem na verdadeira palavra de Deus. pois são cegos e estão sendo guiados por outros cegos . como diz a biblia ambos cairam no mesmo buraco.Que Deus tenha piedade de todos!Fique na paz de Cristo e continue espalhando a verdade,embora muitos não acredite.

coisa de criança disse...

gostei muitos dos comentarios e minha intensao era essa mesma.

analise-se o homem a si mesmo e escolha a quem servir.

ao publicar a materia a intensao é essa mesmo, fazer vc pensar e escolher a quem servir.


eu faço a minha parte e ja me decidi

jeova ou baal? sai de cima do muro
escolhe hj

Anônimo disse...

hola!soy de argentina y en brasil como acá los evangélicos se creen superiores y que ya tienen ganado el cielo...errado! para dios somos todos iguales,aprendan a respetar a las demás.

Maria de Jesus Matos disse...

Pra esses comentários sem fundamento na Bíblia, digo baseado na PALAVRA DE DEUS em 1 coríntios 10:14-23. portanto meus amados "FUGI da idolatria". Não podemos ser meio termo,"Não podeis beber o cálice do SENHOR e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do SENHOR e da mesa dos demônios" Deus na sua Palavra diz pra nós conhecedores da verdade "Ir e pregar o Evangélho". Então temos que falar a verdade sem meio termo, "seja Sua palavra sim sim e não não.
Medite, leia toda a Bíblia e verás que a Palavra do Senhor é correta, viva e Eficaz para nós!!!!!

maria de Jesus matos

Oliveira disse...

É incrivel como aparece pessoas pra criticar esse pequeno estudo, mas se perguntar a elas a origem da festa Junina não sabem explicar com convicção, se dizem religiosos e até falam no nome de Deus, mas na hora em que estão comemorando esta festa, nem se lembra de Deus, apenas idolatram à João Batista, ou á outros que estiverem comemorando, e se embebedam e fazem muitas coisas que não é lícito, e aquele que merece toda nossa adoração e exaltação, que é o Deus todo poderoso, criador de tudo e de todos, esse sim nem é lemprado nessas festas, digo isso porque ja participei vária vezes antes de conhecer a verdade.

nuza disse...

como ja foi dito, em salmos 37:5
"e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará".
Sou evangelica e ninguém aqui esta criticando a igreja católica não, como foi dito ai.
Estamos aqui é pra pregar o evangelho que é o reino de Deus...
Ninguém aqui está cri.... não
pois tem certas pessoas que estão blasfemando do amor de Deus e colocando coisas, e muitas estão cegas, tá vendo ai a verdade e ainda continuam cegas, pois vão ler a bíblia que é melhor pra vcs, pois são ainda cegas do amor de Deus e continuam ainda chamando Maria de nossa senhora, pois Maria tbm precizou do perdão de Jesus pra ser salva, então parém de serem cegos, e ninguém aqui tá mal evangelizando não, pq pessoas que tem a biblia em casa e não lê que tem a palavra mas que não tem o discernimento da palavra de Deus.

Ta disse...

Adorei esta explanação pois como diz a Biblia este povo perece porque lhe falta conhecimento e a gente como profe de ebd deve orientar as nossas crianças para que leas não se percamm..... bjs..

Roberto disse...

AOS CRITICOS ACIMA É IMPORTANTE LEMBRA-LOS QUE NÃO FOI FEITO NENHUM ATAQUE AS SUAS RELIGIÕES, MAS SIM ESPLANADO QUE QUALQUER DEVOÇÃO À NÃO SER AO ÚNICO E VERDADEIRO DEUS CONSOLIDA-SE IDOLATRIA E CONSEQUENTIMENTE O ROMPIMENTO COM O PRIMEIRO MANDAMENTE DAS ESCRITURAS, QUERIDOS COMENTARISTAS DESTE BOLG, ACORDEM,NÃO SE ESTA SE DEFEDENDO ESTA OU AQUELA RELIGIÃO, E SIM A PALAVRA ETERNA DE NOSSO DEUS.

rosa maria riolo disse...

mas o q faço se tenho q trab na escola festa juni com as cri?
grata rosa

Anônimo disse...

sou evangelica e claro, sou liberta por cristo, se estivesse ja no ceu, como creio um dia estar,não participaria de nada disso, mas enquanto estou na terra,participo sim,mas dando honra e gloria ao meu DEUS,levo minha filha para a festa de são joão da escola, para ela conhecer como funciona o mundo, e mostro para ela a verdade,que essa festa é a cultura do nosso pais,mas adorar so a cristo,faço festa nessa data com os jovens da igreja, e nos vestimos de caipira e levamos comida típica,par nos confraternizarmos,e em nenhun momento é sitado ou cultuado o nome de joão,por que ele não é importante para nos,isso fas com que eles se envolvam em uma festa na igreja ao inves de ter curiosidade com a do mundo. amados se comemoramos,natal,dia das maes,dos pais,ano novo etc,é porque ainda estamos no mundo,eu acredito que da no mesmo é so tirar o que não convem,e catolicos amo vcs e jesus também,não tachem os evangelicos e sim a pessoa que lhes agrediu com as palavras,amem.

Anônimo disse...

a única coisa q eu não entendo dos católicos (não são todos católicos que pensam assim) é q eles dizem não ser idólatras e cultuam aos Santos antonio joão e pedro e a Maria que principalmente, e ha tanta distorção pq eu queria saber onde q esta da bíblia o sobrenome da Maria aparecida???? alguem pode me explicar pq chamam ela de aparecida?Ela foi a mãe de Jesus mas depois ela foi mulher também tendo outros filhos não pelo espírito santo... O correto mesmo seria acreditar no que a bíblia diz... E nem sou evangélica não estou defendendo nenhuma religião, só acho que todos os padres omitem a verdade, e se eles disserem a real, seria um escandalo para a igreja católica...

YESHUA AUTO CENTER disse...

Ja fui católica, e olhando alguns comentários, é impossivel não comentar. Primeiro que a igreja católica não foi a primeira fundada por Cristo, a biblia em nenhum momento fala o nome da igreja católica, ela fala de várias igrejas,mas não exatamente católica. E tbem o nome da mae de Jesus Cristo é Maria e não nossa senhora aparecida, acredito que as pessoas carecem do conhecimento de Deus...

YESHUA AUTO CENTER disse...

Agora a respeito do artigo, ficou bom, tenho um filho de 6 anos e evito deixar ele participar dessas festas, para não criar desde pequeno uma idolatria dentro dele. Mas sempre fazemos alguma coisa na igreja pras crianças, não destinada a santos, mas um cachorro quente, refri, paçoquinha, apenas porque algumas ficam chateadas de não participar.

YESHUA AUTO CENTER disse...

Ja fui católica, e olhando alguns comentários, é impossivel não comentar. Primeiro que a igreja católica não foi a primeira fundada por Cristo, a biblia em nenhum momento fala o nome da igreja católica, ela fala de várias igrejas,mas não exatamente católica. E tbem o nome da mae de Jesus Cristo é Maria e não nossa senhora aparecida, acredito que as pessoas carecem do conhecimento de Deus...

Anônimo disse...

é tudo do demonio e pronto!!!!

QUE O SENHOR OS ILUMINE. disse...

sou evangelica e trabalho na educação, se fala tanto em respeitar as religião dos outros , porem a propria direção da educação não respeita os educadores evangelicos, obrigandos a trabalhar se não pegam falta.Só uma certeza que tenho não existe outro DEUS a não ser o que veio e morreu por nós na cruz para perdoar nossos pecados. leia mais o BIBLIA E QUE O SENHOR ABRA OS OLHOS DOS QUE ESTÃO CEGOS.

QUE O SENHOR OS ILUMINE. disse...

NA BIBLIA NÃO SE ENCOTRA QUE ELE IRIA DEIXAR PESSOAS, QUE PODESSE LEVAR SEUS PEDIDOS PARA ELE NO CÉU, POIS DEUS É UNICIENTE, ONIPOTENTE,POIS VER E SABE DE TODAS AS COISA QUE SE PASSA CONOSCO. NA BIBLIA DIZ:"E TUDO QUE PEDIDES EM MEU NOME,EU FAREI,PARA QUE O PAI SEJA GLORIFICA NO FILHO" JOÃO 14:13 E DIZ MAIS "ENTÃO ,DISSE-LHE JESUS:VAI-TE, SANTANÁS,PORQUE ESTÁ ESCRITO:AO SENHOR, TEU DEEUS DEUS,ADORARÁS E SÓ A ELE SERVIRÁS"MATEUS 4:10

eli disse...

AMADOS.
O SENHOR DIZ NA SUA PALAVRA QUE NÃO HAVERÁ INOCENTES, REFLITA.... VOCÊ ADORA OU NÃO A IMAGENS?
VOCES ACREDITAM CEGAMENTE NA IGREJA CATÓLICA PORQUE!???? VOCÊ NÃO ACHA QUE DEVERIA SE DAR UMA CHANCE DE ACREDITAR NO ÚNICO DEUS VERDADEIRO? EU SEI QUE VC QUER MAS SE ESFOSSE, O MEU DEUS É AMOR, MAS A JUSTIÇA ANDA JUNTO COM O AMOR. JESUS TE AMO, NÃO ESQUEÇA DISSO.

Anônimo disse...

LKJ

goreti disse...

´VC ke trabalha em lugares ke comemoram festa mundanas;Oke é um dia descontado no pagamento?kem for fiel no pouco sobre o muito ele o colocara.Jesus fez tanto por nos e nos fazemos tao pouco para ele.A comida de jesus era fazer a vontade de Deus joao 4:34.Seike toda altoridade é costituida por Deus,e temos ke honra e nos subimeter a ela,dez de ke nao fira os principios de Deus.A biblia diz os humilhados serao exaltado...maior oke esta em nos doke oke esta no mundo...se Deus e por nos kem sera contra nos...Ojusto vivera da fé...,estas palavras servem ate se chegar perder otrabalho, por amor de Crito,no mundo tereis afliçao mas tendes bom animo ke eu venci e vc é mais ke vencedor.nao trabalhe só pelo dinheiro veja a oportunidade de ensinar a palavra aos ke nao sabem.A Biblia fala nao trabalhe so pela comida ke perese......joao 6;27 leia tambem mateus 6;25 a 34.

Luiz Caldas disse...

A defesa da doutrina cristã evangélica não pode misturar preconceitos religiosos, nem demoníazar os costumes populares. No Brasil, festa junina não tem ligação com religião, está mais ligada as culturas regionais. No caso das festas realizadas nos meses de junho/julho, desconheço que se prestem reverencia a algum santo, nem na igreja católica (meu tempo de infância).O patrulhamento ideológico no seio da igreja evangélica beira a ignorância grosseira, exemplos: festa junina, árvore de Natal, musicas do mundo (boas letras, poesias , letras referentes a Jesus-Roberto Carlos, Antônio Marco e outros...).vamos combater o bom combate em defesa da sã-doutrina, deixando as bobagens de lado focando na verdade libertadora.
Luiz Caldas

Luiz Caldas disse...

A defesa da doutrina cristã evangélica não pode misturar preconceitos religiosos, nem demoníazar os costumes populares. No Brasil, festa junina não tem ligação com religião, está mais ligada as culturas regionais. No caso das festas realizadas nos meses de junho/julho, desconheço que se prestem reverencia a algum santo, nem na igreja católica (meu tempo de infância).O patrulhamento ideológico no seio da igreja evangélica beira a ignorância grosseira, exemplos: festa junina, árvore de Natal, musicas do mundo (boas letras, poesias , letras referentes a Jesus-Roberto Carlos, Antônio Marco e outros...).vamos combater o bom combate em defesa da sã-doutrina, deixando as bobagens de lado focando na verdade libertadora.
Luiz Caldas

Anônimo disse...

NA REALIDADE TUDO QUE FOI ESCRITO AÍ É MUITO BONITO, MUITO LEGAL E VERDADEIRO PRA QUEM ARGUMENTOU,MAS A REALIDADE É OUTRA...
É MUITO FÁCIL FALAR SEM BASE BIBLICA OU FALAR ACHANDO QUE CONHECE A BIBLIA, POR ISSO EU DIGO QUE ANTES DE ESCREVEREM TANTAS COISAS QUE NÃO SÕAO VIVIDAS PROCUREM BUSCAR MAIS A DEUS QUE É A BASE DE TUDO,VCS QUE ESCREVERAM JÁ LERAM A BIBLIA TD?
EU ACHO QUE NÃO,POIS SE TIVESSEM LIDO NÃO ESCREVERIAM TANTA COISA...SEM NOÇÃO.
A ÚNICA COISA QUE DIFERE O EVANGÉLICO DO CATOLICO E A ADORAÇÃO AOS SANTOS, POIS A BIBLIA FALA SOBRE O PECADO DE ADORAR OS SANTOS, JÁ LERAM SOBRE ISSO?
DEVERIAM LER E SE PREOCUPAR COM A SUA VIDA ESPIRITUAL POIS JESUS ESTA VOLTANDO E A BIBLIA FALA QUE OS IDOLOTRAS NÃO HERDARÃO O REINO DE DEUS.AFINAL NA HORA DE CRIAR O MUNDO E NOS DÁ TD PARA SERMOS FELIZES FOI DEUS QUEM NOS DEU E NA HORA DE PEDIR E AGRADECER PEDIMOS AS IMAGENS DE ESCULTURA QUE NADA PODEM FAZER?
SERÁ QUE É JUSTO ISSO?
SERÁ QUE TEM LÓGICA NOS AJOELHAR-MOS DIANTE DE UMA ESCULTURA FEITA PELA MÃO DO HOMEM E ADORAR-MOS A ELA?
O QUE ESTA CERTO?
ADORAMOS O CRIADOR OU CRIAMOS ALGO PARA ADORAR?
SERA QUE DEUS SE AGRADA DISSO?
VC SE AGRADARIA DE AJUDAR MUITO ALGUÉM E ELA DEPOIS FALAR PRA TODOS QUE FOI OUTRA PESSOA QUE A AJUDOU?
POR ISSO EU ACHO QUE RELIGIÃO NÃO SALVA NINGUEM MAS TEMOS QUE CONHECER O EVANGELHO, SABER O QUE DEUS QUER DE NOS E FALA PRA NOS.
ESTUDEM A BIBLIA ANTES DE FICAREM NO ACHISMO.
SE QUEISEREM SABER SOBRE OS SANTO PROCUREM NA BIBLIA EXODO 20
BJS

Pb Angelo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pb Angelo disse...

Amados, todos os que amam a Deus, creem que Jesus Cristo é Seu único Filho e Salvador de nossas almas, e são obedientes a Ele "em tudo" são católicos, sou cristão evangélico e católico, só não sou romano. Católico significa universal como Jesus é, o catolicismo romano hoje realmente é originária na Igreja primitiva onde lemos nas Escrituras, mas ao longo dos anos ela se desvirtuou das verdades de Deus aplicando a sua doutrina costumes pagãos se adequando á vontade de seus líderes e não á vontade de Deus. Portanto, adorar, reverenciar, cultuar, venerar ou valorizar outro alguém ou outra coisa mais ou igual a Deus é cometer o pecado da idolatria, pecado este que Deus abomina e odeia. As festas juninas são festas dedicadas aos "santos" da Igreja Católica Romana e portanto, é desobediência a Deus. Nós evangélicos "porque cremos no evangelho e não em leis papais" não somos superiores a ninguém nesta terra pois também somos pecadores concebidos em pecado, mas Jesus o Cristo não, Ele está vivo e é Ele quem nos torna superiores no sentido espiritual contra o mal e não contra as pessoas.

Aproveitando para responder algumas questões de irmãos a respeito dos filhos e a festa junina escolar ,esclareço baseando-me no testemunho do Irmão Paulo quando escreveu a Tito(1:15):Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes, o seu entendimento e consciência estão contaminados.

Acompanhe seu filho as festas explicando o que é e o que Deus acha disto, certamente a criança não terá a dimensão dos fatos mas terá uma semente da verdade em seu coração, não participe você dos alimentos "por causa da consciência", mas consagrando tudo que seu filho provar (melhor seria não fazer), evite privá-lo do convívio social até que então ele comece a ter sua própria consciência.
Lembre-se que ninguém nasce cristão, e até que seu filho obtenha a capacidade de discernir entre o bem e o mal é considerado inocente por Deus, depois disto terá que se arrepender e aceitar Jesus, o que será mais fácil pois obteve toda a informação necessária por ter nascido em um lar cristão. (Provérbios 22:6 Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele.)

suellen berbert disse...

realmente eu creio qee não ha problema em se festejar uma festa caipira, porem não dá para misturar as coisas indo ou permitindo qee nossos filhos participem de festas qee cultuam santos catolicos.qto as discussoes sobre a origem dessa festa e sempre bom nos informarmos mas o principal é: vc como cristão ira participar de festejos q celebram outros deuses?

suellen berbert disse...

realmente eu creio qee não ha problema em se festejar uma festa caipira, porem não dá para misturar as coisas indo ou permitindo qee nossos filhos participem de festas qee cultuam santos catolicos.qto as discussoes sobre a origem dessa festa e sempre bom nos informarmos mas o principal é: vc como cristão ira participar de festejos q celebram outros deuses?

suellen berbert disse...

realmente eu creio qee não ha problema em se festejar uma festa caipira, porem não dá para misturar as coisas indo ou permitindo qee nossos filhos participem de festas qee cultuam santos catolicos.qto as discussoes sobre a origem dessa festa e sempre bom nos informarmos mas o principal é: vc como cristão ira participar de festejos q celebram outros deuses?

ana ivo disse...

Gente! Quanta ignorância, quanta falta de conhecimento da verdade. Deus é amor, Deus é pai de todos, criador do Universo inteiro, nada há sem a sua permisão. Jesus é nosso irmão maior, àquele que veio trazer-nos a mensagem divina do amor, a sua única religião era o Amor. Jesus não fundou igreja nenhuma,e nem fundou nenhuma religião após ele, foram os homens que se faccionaram, deturbando todo o seu ensinamento de amor, paz, união e caridade.
Os comentários e o artigo que acabo de ler, estão totalmente fora da essência divina do amor e da união.Falta consistência teórica , científica e histórica no artigo, assim como falta caridade e sabedoria em muitos dos comentários. A verdadeira fé é aquela que pode encarar face a face a razão, em todas as épocas da humanidade. Não devemos acreditar em nada cegamente, somos dotados de Razão, atributo nos dado pelo próprio Deus, portanto temos o dever e o direito de formarmos o nosso próprio juízo das coisas, e não seguirmos, cegamente, quem se diz representante de Deus, pois este foi Jesus, e em momento algum de sua passagem aqui no orbe, assumiu postura de superior diante de seus irmãos mais ignorantes, muito pelo contrário, sua atitude era só de amor, compreensão e respeito para com todos. Por isso mesmo nos deixou um alerta: "Meus discípulos serão conhecidos por muito se amarem". Pensemos nisto. Um abraço a todos.